Eles descobrem uma ânfora antiga em Dénia

Eles descobrem uma ânfora antiga em Dénia

Uma ânfora que data do século 4 aC., foi descoberto enterrado a três metros de profundidade perto do porto de denia, Alicante (Espanha). Santoja Gisbert, disse que a ânfora está em perfeitas condições e identificou-a como "Púnico", Um tipo único que Foi produzido em Ibiza entre 400/375 e 300 AC..

Em relação a outras descobertas semelhantes que foram feitas em vários assentamentos e locais subaquáticos em toda a região entre Almería e as Ilhas Baleares, é um evidências claras da expansão do vinho Eivissa e do seu consumo pelas tribos ibéricas.

Sua presença é especialmente relevante uma vez que preenche um vazio histórico o que conecta a cultura ibérica e os assentamentos existentes nas proximidades de Dénia.

Um representante do Museu Arqueológico de Dénia, disseram estar muito gratos a Álvaro Gómez Ferrer, que descobriu o elemento, com a polícia local por sua colaboração na escavação do local.

Um relatório completo será preparado pelos especialistas e publicado no Centro de Arqueologia Subaquática da Generalitat Valenciana.

EuroWeekly

Depois de estudar História na Universidade e depois de muitos testes anteriores, nasceu Red Historia, um projeto que surgiu como meio de divulgação onde você pode encontrar as notícias mais importantes da arqueologia, história e humanidades, bem como artigos de interesse, curiosidades e muito mais. Em suma, um ponto de encontro para todos onde possam compartilhar informações e continuar aprendendo.


Vídeo: MÃE DE ABNER FALA TUDO QUE SABE DE STHE