Eles descobrem vestígios de um híbrido entre o Homem Moderno e o Neandertal

Eles descobrem vestígios de um híbrido entre o Homem Moderno e o Neandertal

No norte da Itália, foram encontrados restos do esqueleto de um indivíduo que viveu há 40.000-30.000 anos e que poderia ser o primeiro humano moderno e híbrido de Neandertal conhecido até agora, fornecendo assim a prova evidente de que humanos e neandertais cruzam em escala evolutiva.

O estudo se concentrou na mandíbula de um indivíduo descoberto em um abrigo chamado Riparo di Mezzena, na região de Lessini Monti da Itália. Começando pelo formato da mandíbula a passagem entre os neandertais clássicos é identificada, que não tinha queixo, e o humano moderno, que tem mandíbula proeminente e queixo mais desenvolvido, como explica Silvana Condemi, antropóloga e diretora de pesquisa do CNRS da Universidade de Ai-Marseille.

Silvana e seus colegas, por meio de análises de DNA e imagens 3D, estudaram os restos mortais e compararam os resultados com as características do Homo Sapiens. Os resultados da análise genética mostraram que o DNA mitocondrial do indivíduo é mulher de Neandertal e que esta foi relacionada a um homem Homo Sapiens.

A equipe de pesquisa também deu a entender que os humanos modernos podem ter estuprado mulheres de Neandertal.

Aqui você tem o link para o documento oficial da investigação.

Nasci em Madrid em 27 de agosto de 1988 e desde então comecei uma obra da qual não há exemplo. Fascinado por números e letras e amante do desconhecido, sou um futuro graduado em Economia e Jornalismo, interessado em entender a vida e as forças que a moldaram. Tudo fica mais fácil, mais útil e mais emocionante se, olhando para o nosso passado, pudermos melhorar o nosso futuro e para isso… História.


Vídeo: Quem ganharia Humano vs Neandertal