The Mysterious Tale of the Man from Taured - Evidence for Parallel Universes? Ou um enfeite?

The Mysterious Tale of the Man from Taured - Evidence for Parallel Universes? Ou um enfeite?

o Homem de Taured (às vezes chamado de Mistério Taured ou o Homem sem pátria ) é a história de um homem que chega a um aeroporto japonês de um país chamado Taured. Muitas pessoas afirmaram que essa história é verdadeira, então o cerne do problema pertence a Taured. Pode-se notar que não existe nenhum país com o nome de Taured, seja hoje ou durante o suposto período de tempo em que o incidente ocorreu, ou seja, nos anos 1950. A história termina com o homem desaparecendo (para sempre) um dia depois de chegar ao Japão. Além disso, todos os seus documentos pessoais, como seu passaporte e carteira de motorista também (convenientemente) desapareceram, tornando esta estranha história insolúvel.

A chegada do homem

A história do "Homem de Taured" começa especificamente em muitas fontes com um dia quente em julho de 1954. Nesse dia em particular, um homem teria chegado ao Aeroporto de Haneda, também conhecido como Aeroporto Internacional de Tóquio. Este homem foi descrito como um homem branco com barba. Embora sua língua principal seja o francês, foi dito que ele falava japonês e também muitas outras línguas. Até agora, não há nada de extraordinário a notar ...

Serviço alfandegário no aeroporto de Haneda na década de 1950.

A sequência de eventos então difere de acordo com a versão da história que se encontra. Em uma versão, este homem entrega seu passaporte para ser carimbado, e o oficial da imigração japonesa percebe algo estranho. Embora o passaporte pareça autêntico, o país onde foi emitido, "Taured", foi reconhecido como inexistente, seja pelo oficial ou um de seus colegas, indicando que o homem deveria ser levado para interrogatório. Em outra versão, o homem mencionou que era de Taured e, quando o oficial da imigração não acreditou nele, mostrou-lhe o passaporte.

  • Viagem no tempo da mitologia antiga à ciência moderna
  • Mistério atemporal: como um relógio anelar suíço acabou em uma tumba selada da dinastia Ming?

Localização de Taured

A próxima parte da história detalha o homem tentando convencer os oficiais da imigração de que Taured realmente existe. Segundo o viajante, Taured estava situado entre a França e a Espanha e já existia há 1000 anos.

Quando mostrado um mapa, o homem apontou para a área ocupada pelo Principado de Andorra e ficou intrigado por que seu país era chamado de Andorra no mapa. Os dois lados se recusaram a ceder - os oficiais japoneses insistiram que Taured não existia e o viajante argumentou o contrário.

Localização de Andorra (centro do círculo verde) na Europa (cinza escuro). ( CC BY-SA 3.0 )

Desaparecido!

Eventualmente, o homem foi detido pelos policiais, pois eles suspeitavam que ele pudesse ser algum tipo de criminoso. Eles o levaram a um hotel próximo para passar a noite, enquanto conduziam sua investigação. Para garantir que o homem não escapasse durante a noite, dois guardas foram colocados fora de seu quarto. Na manhã seguinte, quando os policiais foram ao banheiro do homem, perceberam que ele simplesmente havia desaparecido, pois não havia sinais de sua fuga. Além disso, todos os seus documentos pessoais, que podem servir como evidência da validade da história, aparentemente também desapareceram.

  • O antigo texto copta revelou ser uma ferramenta de adivinhação para prever o futuro
  • Cientista iraniano constrói máquina que pode prever o futuro

Viajar no tempo ou no espaço? Ou apenas um exagero?

Uma das explicações mais notáveis ​​para esse incidente é que o homem de Taured, de alguma forma, passou por uma dimensão paralela por acidente e acabou no aeroporto de Haneda. Foi sugerido que, com base nesta explicação, existe uma terra paralela que é semelhante à nossa, com a exceção de que os locais chamados Andorra aqui são conhecidos como Taured ali. Outra sugestão é que o homem era um viajante do futuro, embora esta interpretação seja indiscutivelmente mais problemática do que aquela que supõe uma viagem interdimensional.

Indo para uma dimensão diferente. (UFOvnis / Captura de tela do Youtube)

Também foi sugerido que um incidente como esse realmente aconteceu, embora talvez muito menos sensacional. Essa história mais mundana poderia ter sido enfeitada cada vez que foi contada, tanto que acabou evoluindo para o grande mistério que é conhecido como hoje.

Finalmente, também é inteiramente possível que esta história seja apenas uma lenda urbana. A história do ‘Homem de Taured’ pode nem ter ocorrido em primeiro lugar e pode ter sido apenas criação da imaginação de alguém.

Imagem em destaque: O homem de Taured. Fonte da foto: Lechemindeleveil


10 contos assustadores de viagens interdimensionais

Desde sua proposta oficial em 1954 por Hugh Everett III, a ideia de universos paralelos confundiu a mente de cientistas, filósofos, blogueiros e gente comum. Talvez nós tenhamos passado apenas um fragmento de tempo de uma existência alternativa, ou talvez as pessoas normais com as quais cruzamos na rua sejam seres de outro universo que já dominaram a arte da viagem dimensional. Deixando a física quântica de lado, nossa única informação sobre essas realidades alternativas vem dos contos de pessoas que afirmam ter encontrado deslizamentos dimensionais e viajado para mundos insondáveis.


O homem de um país inexistente

Em algum momento durante o verão de 1954, um indivíduo bem vestido chegou a Tóquio em um vôo da Europa. Isso pareceria normal, mas quando ele passou pela alfândega, ele foi parado por um oficial da alfândega porque seu passaporte mostrava que ele era de um país chamado Taured. O que era ainda mais interessante é que o passaporte havia sido carimbado indicando que ele havia feito viagens anteriores ao Japão. O problema é que o país de onde ele veio não existe.

A princípio, o estranho ficou chateado e o oficial, preocupado por ter cometido um erro, recuperou um mapa. O viajante ficou perplexo ao perceber que seu país não estava ali, localizado entre a Espanha e a França. Em vez disso, a única nação que estava lá, no lugar de seu país, era Andorra.

Quando ele foi interrogado posteriormente, eles descobriram que até mesmo sua carteira de motorista foi emitida em Taured. Esperando uma investigação mais aprofundada, ele foi então colocado em um hotel para passar a noite, mas pela manhã ele não estava lá. Ele desapareceu, junto com seus pertences e a documentação, embora dois policiais tenham sido colocados do lado de fora da porta e a sala fosse no 15º andar.


O homem de taured

Em 1954, um homem chegou ao aeroporto de Tóquio, no Japão, a negócios. Ele acabou sendo questionado pela alfândega, pois em seu passaporte constava que ele era do interior de Taured. Um lugar que não está em nenhum lugar do nosso mapa, o que o deixou perplexo quando foi apontá-lo no mapa. Seu passaporte foi carimbado, mostrando que ele freqüentemente viajava para o Japão e muitos outros países. Ele até tinha dinheiro desses lugares. A empresa para a qual ele disse que trabalhava não tinha registro dele. Ele contou a eles sobre o hotel em que estava hospedado, mas novamente eles não tinham nenhum registro dele ou de sua reserva. Claro, isso fez com que os oficiais da alfândega o prendessem para interrogatório devido à confusão e ao fato de que o país listado em seu passaporte não existia. Eles o levaram a um hotel para interrogatório e colocaram dois policiais do lado de fora de sua porta, pois não podiam ter certeza de que ele não era algum tipo de criminoso. No dia seguinte, ele se foi. Eles não conseguiram encontrar nenhuma prova de que ele escapou, e todos os documentos que haviam tirado dele também desapareceram. Alguns acreditam que ele foi um viajante do tempo, outros acreditam que ele veio de um universo paralelo. Alguns acreditam que algo estranho aconteceu, mas ao longo dos anos a história foi exagerada. Muitas pessoas não acreditam em nada. Você conhece a história? Se sim, o que você acha que é verdade?

Foda-se, você derrubou toda a minha perspectiva de história mundial smfh. Mas, por outro lado, é muito bom. Não vou mentir sobre essa mentira. É decente SOOOOOOO O que eu vou fazer sem sua boca inteligente me puxando para dentro de você me chutando você tem minha cabeça girando sem brincadeira, eu não posso te controlar o que está acontecendo nessa bela mente Eu estou em sua viagem mágica e misteriosa e estou tão tonto, não sei o que me atingiu, mas ficarei bem. Minhas cabeças debaixo d'água, mas estou respirando bem, você está louco e estou fora da minha mente

Estou tão sozinha (tão sozinha) Senhor solitário (Senhor solitária) PARE! brincando de menina e venha para casa

Esta é uma história muito legal, eu precisaria de muito mais informações para votar o que eu acho que ele era, mas votei em viajante do tempo porque seria o mais legal e quero que seja verdade


História misteriosa do homem de Taured - evidência de universos paralelos?

O Homem de Taured (às vezes referido como o Mistério de Taured ou o Homem sem um País) é a história de um homem que chega a um aeroporto japonês de um país chamado Taured. Muitas pessoas afirmaram que essa história é verdadeira, então o ponto crucial do problema pertence a Taured.

Alguém poderia notar que não existe nenhum país com o nome de Taured, seja hoje ou durante o suposto período de tempo em que o incidente ocorreu, ou seja, nos anos 1950. A história termina com o homem desaparecendo (para sempre) um dia depois de chegar ao Japão. Além disso, todos os seus documentos pessoais, como seu passaporte e carteira de motorista também (convenientemente) desapareceram, tornando esta estranha história insolúvel.

A chegada do homem
A história do ‘Homem de Taured’ começa especificamente em muitas fontes com um dia quente em julho de 1954. Nesse dia em particular, um homem teria chegado ao Aeroporto de Haneda, também conhecido como Aeroporto Internacional de Tóquio. Este homem foi descrito como um homem branco com barba. Embora sua língua principal seja o francês, foi dito que ele falava japonês e também muitas outras línguas. Até agora, não há nada de extraordinário a notar.

A sequência de eventos então difere de acordo com a versão da história que se encontra. Em uma versão, este homem entrega seu passaporte para ser carimbado, e o oficial da imigração japonesa percebe algo estranho. Embora o passaporte pareça autêntico, o país onde foi emitido, "Taured", foi reconhecido como inexistente, seja pelo oficial ou um de seus colegas, indicando que o homem deveria ser levado para interrogatório. Em outra versão, o homem mencionou que era de Taured e, quando o oficial da imigração não acreditou nele, mostrou-lhe o passaporte.

Localização de Taured
A próxima parte da história detalha o homem tentando convencer os oficiais da imigração de que Taured realmente existe. Segundo o viajante, Taured estava situado entre a França e a Espanha e já existia há 1000 anos.

Quando mostrado um mapa, o homem apontou para a área ocupada pelo Principado de Andorra e ficou intrigado por que seu país era chamado de Andorra no mapa. Ambos os lados se recusaram a ceder - os oficiais japoneses insistiram que Taured não existia e o viajante argumentou o contrário.

Desaparecido!
Por fim, o homem foi detido pelos policiais, pois eles suspeitavam que ele pudesse ser algum tipo de criminoso. Eles o levaram para um hotel próximo para passar a noite, enquanto conduziam sua investigação. Para garantir que o homem não escapasse durante a noite, dois guardas foram colocados fora de seu quarto. Na manhã seguinte, quando os policiais foram ao banheiro do homem, perceberam que ele simplesmente havia desaparecido, pois não havia sinais de sua fuga. Além disso, todos os seus documentos pessoais, que podem servir como evidência da validade da história, aparentemente também desapareceram.

Viajar no tempo ou no espaço? Ou apenas um exagero?
Uma das explicações mais notáveis ​​para esse incidente é que o homem de Taured, de alguma forma, passou por uma dimensão paralela por acidente e acabou no aeroporto de Haneda. Foi sugerido que, com base nesta explicação, existe uma terra paralela semelhante à nossa, com a exceção de que os locais chamados Andorra aqui são conhecidos como Taured ali. Outra sugestão é que o homem era um viajante do futuro, embora esta interpretação seja indiscutivelmente mais problemática do que aquela que supõe uma viagem interdimensional.


5. A cabana na Floresta de Pedra de Markawasi que leva a uma dimensão paralela.

Um dia, uma mulher e suas amigas estavam acampando em um local próximo à floresta misteriosa, quando ouviram música vinda de uma pequena cabana de pedra iluminada por tochas. Eles alegaram ter visto pessoas usando roupas da moda do século 17 dançando dentro, e a mulher curiosa foi atraída por ele, então ela se aproximou e tentou entrar. Antes que ela pudesse entrar, um amigo a puxou e metade de seu corpo ficou paralisada imediatamente - a metade que havia entrado na cabana.

Alguns acreditam que a mulher entrou parcialmente em um portal dimensional, e quando ela foi puxada para fora, ela experimentou uma mudança que afetou seu sistema nervoso, resultando em sua paralisação parcial.


A história

É um dia como tantos outros (23 de fevereiro de 2008) em que Lerina Garcia, a protagonista da história, uma educadora profissional de 41 anos na época dos acontecimentos, ao despertar, percebeu que sua vida e o passado haviam mudado, pequeno mudanças, mas de forma a perturbá-la excessivamente.
Ela então decidiu fazer o óbvio para verificar a exatidão de sua percepção: primeiro perguntar a amigos, que negaram tudo o que ela disse ter vivido, e depois procurar informações na internet.
Segundo o que ela própria afirmou num fórum, acordava no mesmo ano e no mesmo dia adormecia, mas muitas coisas eram diferentes: desde o conjunto de lençóis da sua cama diferente do da noite anterior até termine com o carro dele que estranhamente não estava em seu estacionamento privado, mas em outro lugar.
Até o próprio estacionamento privado (identificado com um número) ficava do outro lado da rua de onde deveria estar.
Outra surpresa a esperava no escritório onde trabalhou durante vinte anos: aqui não era o seu nome, mas o de outras pessoas.
O crachá que ela havia usado sem problemas no dia anterior não era mais reconhecido e ela percebeu que, embora ainda trabalhasse lá, havia sido "transferido" para outro departamento do prédio do qual ela não se lembrava.
Lerina também conta sobre uma relação que começou 6 meses antes com um homem da vizinhança, mas quando ela tentou entrar em contato com ele descobriu que não havia nenhum vestígio dessa pessoa, o apartamento dele estava vazio, até mesmo o detetive particular contratado para rastrear ele não encontrou nenhuma evidência de que ele existiu ou viveu lá.
A isso se acrescenta o fato de que seu ex-namorado, um homem chamado Agostinho, de quem ela se separou por muito tempo, afirmou, em vez disso, que eles nunca haviam partido.
Entre roupas que afirma nunca ter comprado, posts de blog de um programa de rádio inédito, incidentes que nunca aconteceram, a mulher também passou por avaliações psiquiátricas que atribuem tudo a alucinações de estresse.
No entanto, Lerina está absolutamente convencida de outra teoria, que é ter dado um salto entre planos dimensionais diferentes, entrando em um mundo paralelo em que alguns eventos nunca ocorreram ou sua vida tomou rumos diferentes.


O Homem de Taured

É apenas mais um dia de trabalho para você como um dos agentes de imigração no controle de passaportes. Mesmo na década de 50, milhares de pessoas passam pelo aeroporto Haneda de Tóquio todos os dias, raramente acontecendo algo fora do comum. Viajante após viajante entrega seu passaporte e você dá uma olhada rápida nele, com a expectativa total de que eles combinem com as fotos do passaporte.

Mas hoje não seria um daqueles dias. Tudo isso mudou quando um homem de negócios elegantemente vestido, de aparência europeia, caminha até o balcão de controle de passaportes e entrega seu passaporte. À primeira vista, o passaporte parece meio estranho, a cor é diferente de todas as que você já viu antes, e você também não reconhece o desenho na frente. Como alguém que verifica passaportes dia após dia, você pensava que já tinha visto quase todos os passaportes do mundo, mas este o deixou curioso.

O próprio homem parece um pouco rude, mas você presume que provavelmente seja apenas o jet lag. Afinal o homem deve ter vindo de um lugar bem exótico e distante para ter um passaporte que você não reconhece. É aí que você vê o nome do país no passaporte, diz que é de Taured ?!

Embora você não possa afirmar que conhece todos os passaportes do mundo, tem quase certeza de que Taured não é um país. O oficial verifica se Taured está listado em algum lugar como uma nação, mas não consegue encontrar nenhuma informação sobre isso. Será que este é um daqueles lugares em disputa, uma região que acaba de se declarar independente, ou talvez só esteja escrito em um idioma diferente?

O oficial pergunta ao homem se ele tem certeza de que é de Taured, mas o homem responde que é claro que ele é de Taured. Agora, ficando um pouco irritado, ele informa ao policial que esta é sua terceira viagem a Tóquio neste ano e que nunca teve problemas para passar pela segurança antes.

Com certeza, ele tem carimbos de passaporte do Japão e de outros países em todo o mundo, bem como várias moedas em sua carteira. Quando você diz a ele que não acredita que Taured é um país, ele olha para você louco e atordoado, como se você fosse o louco aqui! Ele diz que sua nação existe há mais de mil anos e é um dos países mais prósperos do mundo.

Foi uma tentativa de cruzar ilegalmente a fronteira? Pode ser uma brincadeira? Mas quem seria estúpido o suficiente para usar um país falso ou tentar fazer uma piada com um oficial de imigração? O homem parece tão confuso quanto o oficial com a situação. Ele é um ator incrível ou talvez seja apenas de Taured!

O policial percebe que precisa de reforços para resolver a situação e pede ajuda ao chefe. Mas ele também não sabe onde Taured está, o que é um pouco tranquilizador, pois prova que você não é o único que nunca ouviu falar deste país estranho. Mas isso ainda não responde às perguntas de onde o homem é e por que seus documentos parecem legítimos.

O chefe puxa um mapa-múndi e pede ao homem que aponte para Taured. Você espera que ele aponte para uma ilha distante em algum lugar no meio do oceano, mas para sua surpresa, ele aponta para o país de Andorra, entre a França e a Espanha. Um país relativamente desconhecido para a maioria das pessoas, mas não para os experientes oficiais de fronteira.

Isso está ficando ridículo agora, boa tentativa você pensa, mas não vai funcionar. Mesmo assim, o homem continua a insistir que Taured existe. O homem agora está muito zangado e explica que tem uma importante reunião de negócios amanhã e que gostaria de chegar logo ao hotel.

Por curiosidade, os policiais pedem para ver sua reserva de hotel. Com uma expressão presunçosa no rosto, ele entrega uma nota manuscrita com o nome e número de telefone do hotel. Os policiais realmente conhecem o hotel, mas quando ligam para o hotel, a equipe diz que não há reserva em nome do homem.

O homem então pede aos policiais que chamem o homem com quem ele tem uma reunião de negócios amanhã, mas acontece a mesma coisa. Até o banco em seu talão de cheques aparentemente não existe!

Neste ponto o homem está visivelmente abalado com o que acabou de acontecer, ele parece pálido e chocado com toda a situação. Ele implora aos policiais que simplesmente o soltem e diz que não entende o que está acontecendo. Ele não tem nada a esconder e gostaria de um tempo para descansar.

É claro que as coisas não são tão simples e, embora os policiais se sintam um pouco mal pelo homem, eles não têm escolha a não ser detê-lo em um hotel próximo, guardado por funcionários da imigração.

Quando o oficial da imigração original vai para casa no final do dia, ele não consegue parar de pensar no que aconteceu. Foi um teste? Uma piada? Talvez um criminoso ou apenas um homem simples de um lugar chamado Taured. Por que seus documentos pareciam reais, mas seu parceiro de negócios não o reconheceu? Espero que amanhã eles possam encontrar uma explicação lógica para tudo.

Mas no dia seguinte o oficial acorda com uma notícia estranha, o homem desapareceu! Os guardas que estavam estacionados do lado de fora do quarto de hotel do homem entraram para ver como ele estava pela manhã, mas ele não estava em lugar nenhum. Eles alegaram que ficaram acordados a noite toda e mal ouviram um barulho vindo de seu quarto. Ainda mais estranho é que todos os seus itens e documentos pessoais também sumiram!

Esses itens foram mantidos em um local separado, e mesmo se o homem de alguma forma escapasse pela janela, como ele poderia ter recuperado todos os seus pertences? É quase como se o homem nunca tivesse existido, e assim mesmo ele desapareceu da história para nunca mais ser visto.

Mas não é a primeira vez que algo assim acontece!

Há um relato de um homem chamado Jophar Vorin que foi encontrado vagando por Frankfurt em 1850, ele alegou ser de um país chamado Laxaria no continente de Sakria. Ele só falava um alemão ruim e não conhecia nenhuma outra língua europeia. Em seu alemão imperfeito, ele tentou explicar que viajou de Laxaria através do oceano para encontrar seu irmão há muito perdido, mas havia sofrido um naufrágio e agora não conseguia descobrir onde estava ou de onde viera em um mapa.

Outro incidente aconteceu em Paris em 1905. Um homem foi pego roubando pão que falava uma língua irreconhecível. Ele alegou ser de um lugar chamado Lizbia. Embora a princípio a polícia tenha pensado que ele estava apenas fingindo para evitar ser preso, mais tarde foi descoberto que a língua que ele falava parecia ter uma estrutura real, em vez de ser apenas um jargão.

Qual poderia ser a explicação para todas essas histórias?

Algumas pessoas dizem que isso é evidência de universos paralelos, outras dimensões ou mesmo realidades alternativas.

Mas vamos ser um pouco mais realistas e dar uma olhada nos fatos.

O problema é que não há muitas evidências para qualquer uma dessas histórias e, uma vez que aconteceram há muito tempo, não há realmente nenhuma documentação sobre esses incidentes que possamos usar como prova. Basicamente, tudo o que temos são histórias, mas existem algumas teorias sobre o que pode ter acontecido.

Na história do homem de Taured, algumas pessoas levantam a hipótese de que ele falava apenas francês e, na verdade, disseram que era de Andorra. Ele disse aos oficiais da imigração que era de "terre d'Andorra" (a terra de Andorra), que os japoneses interpretaram mal como Taured. Eles não conseguiram entendê-lo, não reconheceram seu passaporte e então o detiveram. Muitos erros foram cometidos e ele acabou sendo transferido para outra instalação pela imigração japonesa, onde alguém falava francês.

A história então se tornou uma lenda urbana, com todos os outros detalhes adicionados posteriormente, para torná-la mais misteriosa e interessante. No entanto, não há absolutamente nenhuma documentação do incidente e definitivamente deve haver pelo menos alguma. A primeira menção da história foi feita no livro “Estranho, mas verdadeiro: Pessoas misteriosas e bizarras” de Tom Sleman, que afirma que a história é um fato.

Na história de Jophar, que foi encontrado vagando pela Alemanha, a primeira pista é que seu alemão não era muito bom. Isso pode significar que eles simplesmente o entenderam mal quando ele tentou explicar de onde ele era e o que aconteceu com ele. As pessoas pensam que ele era um muçulmano da Índia, seu nome Jophar soa como Jafar, que significa fluxo em árabe, e os nomes Laxaria e Sakria soam muito parecidos com os vilarejos de Lakhariya e Sakri Nal no Rajastão na Índia. Jophar também foi solicitado a nomear os continentes do mundo, que ele listou como Sakria, Aflar, Astar, Auslar, Euplar, alguns dos quais soam semelhantes aos nomes da África, Ásia, Austrália e Europa.

O ladrão de pão que foi preso em 1905 disse à polícia que ele era de Lizbia, que eles presumiram ser Lisboa, em Portugal. Quando os tradutores perceberam que ele não falava português, eles o deixaram ir. Presume-se que a ilha de Lesbos, na Grécia, é provavelmente a Lizbia a que se referiu. Lesbos foi ocupada pelos otomanos / turcos até 1912. A língua desconhecida falada pelo homem de Lizbia era provavelmente o turco.

Infelizmente, todas essas histórias aconteceram há muito tempo e é improvável que algum dia obteremos todas as respostas para esses eventos. Talvez eles fossem todos inventados, talvez fosse apenas um mal-entendido, ou talvez apenas fossem viajantes de universos alternativos que acabaram em nosso mundo por acidente. Quem sabe?


Cientistas da NASA detectam evidências de universo paralelo onde o tempo corre para trás

Em um cenário saído diretamente de “The Twilight Zone”, um grupo de cientistas da NASA trabalhando em um experimento na Antártica detectou evidências de um universo paralelo & # 8212 onde as regras da física são opostas às nossas, de acordo com um relatório.

Veja também

Os cientistas lançam dúvidas sobre a teoria do universo paralelo do grupo NASA

O conceito de um universo paralelo existe desde o início dos anos 1960, principalmente nas mentes dos fãs de programas de TV e quadrinhos de ficção científica, mas agora um experimento de detecção de raios cósmicos encontrou partículas que poderiam ser de um reino paralelo que também nasceu no Big Bang, relatou o Daily Star.

Os especialistas usaram um balão gigante para transportar NASA & # 8217s Antarctic Impulsive Transient Antenna, ou ANITA, bem acima da Antártica, onde o ar frio e seco proporcionou o ambiente perfeito com pouco ou nenhum ruído de rádio para distorcer suas descobertas.

Um constante “vento & # 8221 de partículas de alta energia chega constantemente à Terra do espaço sideral.

ANITA Antarctic Hang Test University of Hawai'i em Manoa

Neutrinos subatômicos de baixa energia com massa próxima a zero podem passar completamente pela Terra, mas objetos de alta energia são parados pela matéria sólida de nosso planeta, de acordo com o relatório.

Isso significa que as partículas de alta energia só podem ser detectadas vindo "para baixo" do espaço, mas a equipe ANITA detectou partículas mais pesadas, chamadas de neutrinos de tau, que vêm "para cima" da Terra.

A descoberta implica que essas partículas estão realmente viajando para trás no tempo, sugerindo evidências de um universo paralelo, de acordo com o Daily Star.

Universidade do Havaí em Manoa

O principal investigador da ANITA, Peter Gorham, um físico experimental de partículas da Universidade do Havaí, sugeriu que a única maneira de o neutrino tau se comportar dessa forma é se ele se transformar em um tipo diferente de partícula antes de passar pela Terra e depois voltar.

Gorham, o principal autor de um artigo da Universidade Cornell que descreve o estranho fenômeno, observou que ele e seus colegas pesquisadores viram vários desses “eventos impossíveis”, sobre os quais alguns eram céticos.

“Nem todo mundo estava confortável com a hipótese”, disse ele à New Scientist.

A explicação mais simples para o fenômeno é que no momento do Big Bang, 13,8 bilhões de anos atrás, dois universos se formaram & # 8212 o nosso e um que, de nossa perspectiva, está girando ao contrário com o tempo retrocedendo.

Claro, se houver quaisquer habitantes de um possível universo paralelo, eles nos considerarão os atrasados.

& # 8220Nós & # 8217 ficamos com as possibilidades mais emocionantes ou chatas & # 8221 disse Ibrahim Safa, que também trabalhou no experimento.


Concurso /

Esta semana, para nosso concurso do programa Myths and Legends, estamos investigando Dez histórias do universo paralelo verdadeiro e escuro !!

Abaixo está um vídeo de todos os dez, que também temos oito das dez histórias divididas em prompts para aceitar para as histórias cinco e seis os telefonemas e o menino de oito anos no molhado e selvagem, que você ainda pode usar se quiser histórias muito legais. Escreva qualquer uma dessas instruções inspiradoras e, se você já experimentou algo assim, adoraríamos ouvir suas histórias pessoais também ou de familiares / amigos.

Ansioso para ler cada um de vocês.

As 10 principais histórias do universo paralelo VERDADEIRO sombrio

Em 2006, enquanto Carol Chase McElheney dirigia de Perris, Califórnia, de volta para sua casa em San Bernardino, ela afirma que decidiu parar em sua cidade natal, Riverside. Não demorou muito, no entanto, para Carol perceber que não estava na cidade certa, embora sua localização geográfica estivesse correta. Ela afirma que não conseguiu encontrar a casa de sua infância ou de outros membros da família. Na verdade, ela não reconheceu nenhuma das casas, embora todos os números ainda estivessem corretos. Até mesmo o cemitério onde seus avós foram enterrados era apenas um terreno cercado cheio de ervas daninhas crescidas demais.

Ela estava simplesmente na cidade errada? Esta seria uma teoria forte se ela não tivesse encontrado alguns marcos que eram familiares, como a faculdade e o ensino médio. No entanto, seu alívio em encontrar algo reconhecível durou pouco, pois ela logo percebeu a vibração misteriosa em torno dos residentes de Riverside que estavam andando por aí. Ela logo saiu, com medo de se aproximar de qualquer um desses seres sinistros.

Carol acredita que encontrou uma dimensão paralela, na qual Riverside era um lugar muito mais escuro. Sua história não pode ser confirmada porque quando ela voltou a Riverside alguns anos depois para o funeral de seu pai, ela voltou para a cidade que ela conheceu quando criança. Ela nunca encontrou a dimensão alternativa Riverside novamente.

A floresta de pedras Markawasi fica na Cordilheira dos Andes em Lima, Peru. As pedras são quase como esculturas, assumindo formas estranhas como rostos humanos, mas ninguém sabe ao certo como se formaram. Como se isso não fosse assustador o suficiente, o verdadeiro mistério é a possibilidade de uma porta dimensional que se diz estar localizada na floresta.

Segundo o Dr. Raul Rios Centeno, investigador do inexplicado em Lima, uma paciente veio procurá-lo sobre seu caso extremo de hemiplegia, distúrbio que resulta em perda total da função motora em metade do corpo. Quando ele perguntou sobre a condição da mulher, ela revelou que estava acampando com amigos no Markawasi. De acordo com o paciente, eles haviam saído para explorar tarde da noite e encontraram uma cabana de pedra iluminada por tochas cheia de foliões em trajes do século XVII. A mulher disse que sentiu uma atração sobrenatural em direção à cabana, mas foi puxada por uma de suas amigas antes que pudesse entrar completamente. O incidente deixou o lado de seu corpo que havia entrado na cabana paralisado.

Os resultados de seus testes não revelaram nenhuma causa discernível para sua paralisia. Centeno acredita que a mulher experimentou uma mudança dimensional, produzindo uma mudança no fluxo de energia de seu sistema nervoso. Muitos nativos, bem como estudiosos, acreditam que existe uma porta dimensional na floresta de pedra de Markawasi, que a mulher e seus amigos podem ter cruzado sem saber. A hemiplegia pode não ser um grande prêmio de consolação, mas se ela não tivesse sido afastada, a mulher poderia ter se perdido para sempre.

The Green Children Of Woolpit

Durante a Idade Média, duas crianças bizarras, um irmão e uma irmã, apareceram espontaneamente na aldeia de Woolpit, na Inglaterra rural. O par foi encontrado em uma cova de lobos usando roupas desconhecidas, falando uma língua desconhecida e tendo a pele em tons de verde.

Brought to the village, both hid and refused to eat for several days before discovering and eagerly devouring a store of raw beans. The young boy was sickly and died, but the young girl slowly recovered, lost her green-tinge, and learned to speak English.

She was eventually able to communicate that she had come from a land of twilight called St. Martin, where the sun never shone and everything was bathed in green.

The young girl's arrival from the exotic land, however, remained an enigma.

She could only recall tending to a herd of cattle with her brother before hearing a loud and sudden sound.

"What If The Beatles Never Broke Up?"

The following is an actual account of my experiences as of recently. Because of the nature of what has happened I must remain anonymous until I feel it is safe to reveal my real name, but for now you can refer to me as James Richards.

On Sept. 9, 2009 I experienced something that I still am having trouble believing happened to me. I came into the possession of a cassette tape containing a Beatles album that was never released. In fact, not only was it never released but it was recorded many years after they broke up (and no I'm not talking about Klaatu).

Now this is where the story becomes slightly more unbelievable and it is almost embarrassing to attempt to explain the incident to you for fear of viewing me as completely absurd. I must assure you, I am not insane or on drugs, and hopefully the audio from this tape will be enough proof that there is more than we think out there.

I live in Livermore California but on Sept 9 I was driving home from Turlock after visiting a friend for a few days. I had my dog with me and I didn't have any plans for the day so I decided to take a drive through a place called Del Puerto Canyon just west of Turlock. There is a scenic road that is a fun drive and actually goes through to Livermore. I hadn't taken a cruise through it for a while so I thought i would take this way home. It was about 2pm.

A ways into the canyon my dog starting acting like she needed to use the restroom. So I pulled over to the first available parking area to the side of the road and let her out while I stretched. At first I didn't notice, but then I heard the barking from 30 yards away. my dog was chasing a rabbit. Now my dog is a pretty good dog but if she is chasing something then there is no stopping her so the only thing I could do was become part of the chase.

They already had about a 40 yard head start so I had to really book it. The uneven ground and soft dirt patches made it difficult to run and it wasn't very far into the chase I had stepped in a rabbit hole, fell and knocked myself unconscious.

When I woke up I was in a room with some furniture and electronics in it. I was taken care of with a bandage on my head but I still felt uneasy about the situation because where I fell and hit my head was in a very rural unpopulated area with no houses, and outside the window of the room I was in I could hear traffic.

I wasn't near the window in the room, it was actually on the other side next to a unusual looking electronic machine that i didn't recognize from anywhere I've seen before. The only reason this stood out was because it seemed out of place in a person's home, which most of the room resembled. I decided to get up and look out the window but the door opened and in ran my dog, who was pretty excited to see me. When I looked up there was a man standing at the door. He was about 6 ft tall, had medium long black hair and was dressed casually nice but gave me a "greasy" vibe, if you know what I mean. He introduced himself as Jonas and asked me if I was ok, which I said yes. He said he found me unconscious in a field with my dog barking at me. So I thanked him for helping me and my dog out, and that I was surprised my dog even came back to me. I then asked him the question that would make me start wondering if I in fact had gone crazy. I asked him "where am I?".

"About 20 feet away from where I found you" he replied. I told him that couldn't be possible because there were no houses within at least 20 miles from where I last remember being. He then told me that what he was going to say next will be very shocking and unbelievable, and that if he didn't actually experience it himself then he wouldn't believe it. He took a look at the machine near the window and looked back at me and said he transported me into parallel Earth. He said he traveled to our Earth dimension and found me knocked out in the blazing heat with nobody around to help me out. Normally he said he doesn't take outsiders through a portal but in my case he thought I needed urgent help.

I immediately started asking questions about traveling to parallel worlds, since all I knew about the topic was you tube videos of Michio Kaku. He told me to slow down and that he would explain himself. Apparently in his world a Parallel Travel machine can be purchased quite easily, while not cheap, its pretty popular even though the machine can be dangerous enough to cause death. In the 1950's of his dimension, the government was faced with the decision to continue to fund a space program (I'm guessing NASA) or a parallel dimension program called ARP-D (i can't remember what he said it stood for, I'm pretty sure the P-D is Parallel Dimensions, and i remember the acronym because I noticed it on a lot of the electronics in the room I was in.)

He then explained that the real danger of using one of the machines was exploring new dimensions. Since there are an infinite amount of Earths in other dimensions, only a small amount have been explored.The problem with exploring unknown dimensions is the chance you will die somehow once you walk through the portal doorway. He told me that people die from falling (if the ground isn't close enough to where the portal opens), die from drowning (there are worlds covered in water, hard to reopen a portal underwater), die from fire, atmospheric issues. he said in order for people to avoid this they would have to know that there would be similar ground in the dimension they were traveling to. So his government began to research worlds that were "safe" to transport to, even creating public spots where people could choose a menu of worlds to go to that were all safe.

Many of these worlds were lush vegetation worlds that were never ruined by man, only to be invaded by the large overcrowded population of the travelers world. He said something about new industries that opened up because of this, one of them being something like dimensional life brokers, these people offered the chance to live as someone new in an already established similar world that doesn't know of dimensional travel, nor that there are people crossing the dimensional border to. Jonas said he was an explorer for one of the dimensional travel agencies and was looking in new uncharted dimensions and came up my Earth.

We talked about a lot of things, it was interesting to see what similarities and differences we had between worlds. Foods, culture, TV, technology. we covered a lot. We also started talking about music, which was an interesting topic because there were many of the same bands between our worlds that existed, including The Beatles. When their name got brought up Jonas mentioned that his brother just got back from seeing them perform at a concert recently, which I gave a weird look to and said "you mean they are still together?", and he said yea. I then told him about how they broke up in our world and that John & George passed away, apparently in his world they are all alive, healthy and on tour still.

Jonas then had me follow him into another room that had a bookshelf looking thing with some cassette tapes (yes the music ones, apparently CD's never caught on in his world) and a tape player/radio/record player, though it didn't quite look like the type of radio's we have, the speakers looked more like crinkled cardboard but sounded pretty good. I didn't get too good of a look at the speakers but they certainly weren't round, they almost looked like a tall accordion.

The only Beatles album he had that was store bought and had real cover art was Sgt Peppers, which the cover looked slightly different then the one we have, but the songs were all the same. The other 6 Beatles tapes he had were all like somebody recorded them onto a blank cassette for him and wrote the song titles on a card slipped in the case. A couple of the album titles written on the tapes I recognized but there were about 4 that I had never heard of before. He played a few songs from one of them, which was totally surreal to hear Beatles music that was never made (at least in our world). We talked about it a little bit, he said a girl made the tapes for him while he was in upper school (what they call high school). She was a huge fan of them and wanted him to listen to them.

He popped out the first tape and was putting in the second one when I told him he should record me a copy of one so I could take it back with me, thinking it wouldn't be a big deal. Well the look Jonas gave me when I said this is part of the reason I am remaining anonymous. Not only did it sort of scare me but it had a very serious almost creepy look to it followed by the phrase (not word for word, i can't remember what he exactly said) "No, you are not to take anything with you back to your world. No pictures, no souvenirs, no tapes, NOTHING." I asked him why and he wouldn't really say except that for my safety I wasn't to take anything back.

Of course I am not the type of person to go through all of this parallel world stuff and not grab something to prove the outrageous story of my experience. So for the moment I told him I wouldn't take anything and changed the subject. About an hour later after some more talking I heard a doorbell ring and he left the room to check the door. I knew that I may not have another chance to take something so I grabbed one of the tapes and put it in my pocket, and then shuffled the tapes around to make it look less obvious that something was missing.

When he came back inside I said I was kind of hungry (to just get us out of the room, i mixed the tapes up a little so it was hard to tell one was missing but I didn't want to be there when he found out), so he then took me in the other room and fed me. For the most part the food tasted like ours but was different product names and colors. The purple ketchup was the strangest. We talked a little bit more and then I expressed the notion that I should be going because it was getting late (the time of day was identical to ours, as is all worlds).

We went back in the room with the machines in it, I grabbed my dog and shook Jonas' hand for taking care of me after I was knocked out. I thanked him again and stepped through the portal (which felt like getting wet but staying dry the entire time, really weird. when i put my dog on the ground she even shook herself like she thought she was wet).

Back in our world I could see my car on the road still and there was straight line burn mark on the ground from where the portal had shown up. It was dark outside and the only reason I noticed the burn was because it was still smoking from the heat. I walked back to my car (didn't run this time) and drove home. The worst part was I couldn't even listen to the tape on the way home because I didn't have a tape player in my car. I actually wasn't even able to listen to it at home either for the same reason and had to go to Wal-mart to buy a tape player just to listen to it.

Unfortunately I don't have any information about the tape other than what is written on the card sleeve. The track names were written, as well as the album title "Everyday Chemistry" . Everything else about it is as mysterious to you as it is to me. It also wasn't like I could have asked the guy anything about it, especially after taking it from him.

The Mysterious The Man From Taured

Story Link: https://www.ancient-origins.net/unexplained-phenomena/mysterious-tale-man-taured-evidence-parallel-universes-or-embellishment-005788
On a seemingly normal day in July 1954, a seemingly normal man allegedly flew into Tokyo, but upon landing at the Tokyo International Airport, his seemingly normal trip had taken a very drastic turn for the weird. When he handed over his passport to be stamped, the man was immediately interrogated as to the whereabouts of his origins. It wasn’t a case of racial profiling: While his passport looked authentic, it listed a country no one had ever heard of called Taured.

Curiously, the passport had 5 years of stamps from Tokyo, even though Haneda only opened to international flights in 1952.

The mystery man claimed his country was located between France and Spain, but when he was asked to point it out on a map, he pointed to the Principality of Andorra.

Insisting he had never heard of Andorra and that Taured had existed for 1,000 years, he claimed that he was in Japan on business, something he had been doing for the past five years. His passport seemed to back up his story, as it was covered in previous customs and visa stamps, and he carried with him legal currency from several European countries. He even had a driver’s license issued by the mysterious country and a checkbook containing checks from an unknown bank. The company he claimed to work for had no knowledge of him, although he had copious amounts of documentation to prove his point. The hotel he claimed to have a reservation for had never heard of him either. The company officials in Tokyo he was there to do business with shook their heads too.

After more interrogation and confusion for both parties, the traveler was sent to a nearby hotel until an official decision could be reached. There, two immigration officials stood outside the hotel door until morning. It was then that they discovered the mystery man had vanished without a trace, which was troubling, since the only possible exit was a window with no ledge 15 stories above a busy street. The Tokyo police department conducted an extensive search but continually came up empty-handed. Hopefully, if he really was from a parallel Earth, he was able to find a way back to the comforts of his home in Taured.

A Lost Stranger With His Peculiar Time Travel Story!

Story Link: https://mysteriesrunsolved.com/2018/07/lost-stranger-jophar-vorin-time-travel-story.html
Appearing in the April 5, 1851 issue of the British journal Athenaeum was the story of a lost stranger calling himself Jophar Vourin. He was found wandering disoriented in a small village near Frankfurt, Germany, having no idea how he had arrived.

Along with speaking broken German, the traveller spoke and wrote in unknown languages he called "Laxarian" and "Abramian." He represented that he was from a country called "Laxaria" in an area of the globe called "Sakria", seperated from Europe by a vast ocean.

His purpose for travelling to Europe, he claimed, was to seek a long lost brother, but his last memory was of becoming shipwrecked somewhere along his voyage.

At around 11:00 PM on November 9, 1986, Pedro Oliva Ramirez claims he was driving from Seville, Spain to the town of Alcala de Guadaira. Being no stranger to this trek, it came as a shock when he allegedly went around a curve and found himself driving on an unfamiliar, straight, six-lane highway. He was surrounded by foreign structures and bizarre terrain. He felt a sensation of heat while a chorus of voices rang out in the distance. One voice stood out among the others, telling him that he had just been teleported to another dimension. The cars around him, which passed at intervals of exactly eight minutes, were outdated and either white or beige with dark, narrow rectangles for license plates.

After about an hour of confused driving, Ramirez found a turnoff to his left, where signs stood pointing to Alcabala, Malaga, and Seville. Ramirez began driving toward Seville, but when he stopped, he was astonished to find he was looking at his home in Alcala de Guadaira. When he retraced his steps, he could not locate the crossroads, the road sign, or the six-lane highway again.

In July 2008, a well-educated 41-year-old woman named Lerina Garcia woke up in her bed on what seemed to like an ordinary day. However, as she went on with her normal routine, she claims she found small details that seemed peculiar. For example, her sheets and pajamas were different from what she remembered wearing to bed. She resolved to brush off this curiosity and drove to her place of work, where she had been employed for 20 years. However, upon arriving at her department, she realized it wasn’t actually her department, despite being in its usual location on its usual floor.

Having decided that something weird was definitely going on, she returned home only to find the man from whom she says she had separated six months before, who acted like the separation had never taken place. Her new lover, whom she claimed she had been seeing for four months, was nowhere to be found. Even after hiring a private detective, his whereabouts remained unknown. There was no trace of him at his alleged residence nor any trace of his family.

While it seems more likely that Garcia’s perceptions are the result of some neurological malfunction, she believes she woke up in a parallel universe. Unfortunately for the alleged dimensional traveler, Garcia has not been able to return to her normal universe, leaving her stuck in a dimension where she doesn’t belong with a boyfriend she can’t get rid of.


Rules:
MUST Message or Email Me your Consent to be read on our show
Word Count 75-300 note in your A/N
Note the prompt/ Inspiration for your write.
Any style write
No Profanity All AP rules apply

NOTE in A/N if you will be calling in and or attach an mp3 or youtube recording of your write or email to [email protected]

***All Authorized Writes May Be Read on Myths & Legends Radio Show w/Poetress Luna, Pam Ray & Ed Hunter on Saturday 1/23/21 from10pm est to Midnight!! ****

/>(515)605-9826 />
If you have any questions please feel free to ask
ARTISTS SUPPORTING ARTISTS.

Wow I just listened to the fantastic show for this contest that Wonderful Pam hosted for me/us. Huge thanks to Sonshine, Rex, Stickyheart, Tomisb, Babbler and Rich for calling into the show, and making it shine!! WE CANNOT DO IT WITHOUT ALL OF YOU!!

I also wanted to apologize to everyone my computer crashed, it's toast. So I did not have one for a week or so. I loved this theme, one of my favorites thus far, and you all really blew me away with your entries!!

Remember I am always open to suggested themes for Myths & Legends so just message me here or [email protected]!

Pam & I will also be adding a new contest today for next Saturday Night's show! So please look for it! :The Godfather of Fantasy Art"


Assista o vídeo: The mysterious tale of the Fairy Trap Frap revealed!