14 de maio de 2014, dia 115 do sexto ano - História

14 de maio de 2014, dia 115 do sexto ano - História

  • Casa
  • Seções de especialidade
    • Amistadt
    • História de Israel
    • Links

O presidente Barack Obama vê a nova ponte em construção adjacente à Ponte Tappan Zee depois de fazer comentários sobre a infraestrutura do Washington Irving Boat Club em Tarrytown, N.Y., 14 de maio de 2014.


10:00 O PRESIDENTE e o VICE-PRESIDENTE recebem o Briefing Diário Presidencial
sala Oval

13h20 O ​​PRESIDENTE e a FIRST LADY partem da Casa Branca a caminho da Base Conjunta Andrews
South Lawn

13h35 O PRESIDENTE e a FIRST LADY partem da Base Conjunta de Andrews

14h30 O PRESIDENTE e a FIRST LADY chegam a Nova York
Aeroporto Internacional John F. Kennedy

15h25 O PRESIDENTE faz comentários sobre infraestrutura
Tarrytown, Nova York

17:00 O PRESIDENTE participa de um evento DNC
InterContinental Hotel, Nova York, Nova York

19h05 O PRESIDENTE faz comentários e responde perguntas em um evento DSCC
Residência particular, Nova York, Nova York


Calendário de setembro de 2014

Visualize ou baixe o calendário de 2014.
Vá para o calendário de 2014.

Encontronascer do solPôr do solDuração do dia
1 de setembro de 20146:2319:2913h 6m
2 de setembro de 20146:2419:2713h 3m
3 de setembro de 20146:2519:2513h 0m
4 de setembro de 20146:2619:2412h 58m
5 de setembro de 20146:2719:2212h 55m
6 de setembro de 20146:2819:2112h 53m
7 de setembro de 20146:2919:1912h 50m
8 de setembro de 20146:3019:1712h 47m
9 de setembro de 20146:3119:1612h 45m
10 de setembro de 20146:3119:1412h 43m
11 de setembro de 20146:3219:1212h 40m
12 de setembro de 20146:3319:1112h 38m
13 de setembro de 20146:3419:0912h 35m
14 de setembro de 20146:3519:0712h 32m
15 de setembro de 20146:3619:0512h 29m
16 de setembro de 20146:3719:0412h 27m
17 de setembro de 20146:3819:0212h 24m
18 de setembro de 20146:3919:0012h 21m
19 de setembro de 20146:4018:5912h 19m
20 de setembro de 20146:4118:5712h 16m
21 de setembro de 20146:4218:5512h 13m
22 de setembro de 20146:4318:5412h 11m
23 de setembro de 20146:4418:5212h 8m
24 de setembro de 20146:4518:5012h 5m
25 de setembro de 20146:4618:4912h 3m
26 de setembro de 20146:4718:4712h 0m
27 de setembro de 20146:4818:4511h 57m
28 de setembro de 20146:4918:4411h 55m
29 de setembro de 20146:5018:4211h 52m
30 de setembro de 20146:5118:4011h 49m

O nascer e o pôr do sol são calculados a partir de Nova York. Todos os horários no calendário de setembro de 2014 podem ser diferentes quando você, por exemplo, mora no leste ou oeste dos Estados Unidos. Para ver o nascer e o pôr do sol na sua região, selecione uma cidade acima desta lista.


Eventos históricos em 4 de novembro

Real Coroação

1520 O rei dinamarquês da Noruega, Christian II, é coroado rei da Suécia

    O cardeal inglês Thomas Wolsey é preso sob a acusação de traição. Guerra dos Oitenta Anos: Em Flandres, os espanhóis derrotam Valônia e capturam Antuérpia Frederico V, coroado rei da Boêmia Fernando da Áustria instalado como guardião da terra do Sul da Holanda

Vitória em Batalha

    Massachusetts usa a pena de morte por negar que a Bíblia Sagrada é a palavra de Deus Tempestade atinge a Europa Ocidental: enchente em Amsterdã Inaugurado o Teatro di San Carlo em Nápoles. Estreia de & quotLe Bourru Bienfaisant & quot de Carlo Goldoni em Paris

Música Pré estreia

1783 Wolfgang Amadeus Mozart's & quotSymphony No. 36 & quot estreia em Linz, Áustria

    Os chefes maori Hongi Hika e Rewa vendem 13.000 acres (5260 hectares) em Kerikeri para a Church Missionary Society por 48 machados de abate, Nova Zelândia The Newport Rising é a última rebelião armada em grande escala contra a autoridade no continente. Dia da eleição uniforme observado nacionalmente nos EUA Benjamin Palmer patenteia perna artificial Conde Camillo Benso di Cavour torna-se o primeiro-ministro do Piemonte-Sardenha, que logo se expande para se tornar o Farol da Itália construído na Ilha de Alcatraz

Eleição de interesse

1856 James Buchanan eleito 15º presidente dos EUA

    Universidade de Washington fundada em Seattle Dr. Richard Gatling patenteia metralhadora Gatling em Indianápolis Confederado assalto em Johnsonville, Tennessee Naval Engagement na Ilha Reynoldsburg Reino da Itália anexa Venetia 90 barris de pólvora usados ​​para obter rocha de Telegraph Hill, San Francisco, para o paredão Dentista John Beers of San Francisco patenteia a coroa de ouro Samuel J Tilden eleito governador de NY Passenger Steamship & quotPacific & quot colide com veleiro & quotOrpheus & quot off Cape Flattery, Washington, 236 die Tonga adota constituição Massachusetts Rifle Association é fundada em Boston

Música Pré estreia

1876 ​​A 1ª Sinfonia em C de Johannes Brahms estreia em Karlsruhe, Grão-Ducado de Baden

    O inventor afro-americano Thomas Elkins patenteia o aparelho de refrigeração James Ritty patenteia a primeira caixa registradora, para combater o roubo por bartenders em seu saloon em Dayton, Ohio

Evento de Interesse

1884 Grover Cleveland (D) venceu James G. Blaine (R) em seu primeiro mandato presidencial (apenas o presidente americano cumpriu 2 mandatos não consecutivos)

    A liga de jogadores de Edward MacDowell & quotOphelia & quot estreia, declarando a independência da NL do beisebol. A Grã-Bretanha proclama Zanzibar como protetorado Príncipe de Gales abre a primeira estação subterrânea em Stockwell, sul de Londres A ópera de Alexander Borodin & quotPrince Igor & quot estreia em Petersburgo. , Matabeleland

Evento de Interesse

Estreia de & quotWay of the World & quot de Clyde Fitch em 1901 em Nova York

    Panamá e Colômbia acordam com a notícia de que os rebeldes declararam um primeiro estádio independente da República do Panamá construído especificamente para o futebol (Harvard Stadium). Munique) Início do primeiro jogo do FC da África do Sul em Aust (v S Aust). Choveu

Acordo de Interesse

1910 O czar russo Nicolau II visita o imperador alemão Guilherme II em Potsdam e força acordos provisórios nas esferas de influência no Oriente Médio

    França e Alemanha assinam tratado sobre Marrocos e Congo Vogue realiza 1º desfile de modelos (& quotFashion Fete & quot, NYC). O armistício aliado com a Áustria-Hungria, assinado em 3 de novembro, entra em vigor

Evento de Interesse

1921 O Sturmabteilung ou SA (as & quotCamisas marrons & quot) é formalmente estabelecido por Adolf Hitler

Histórico Descoberta

    A Califórnia legaliza o boxe profissional (ilegal desde 1914) Nellie Tayloe Ross, uma das duas primeiras mulheres eleitas governadoras dos Estados Unidos (Wyoming) [Ver também Miriam (Ma) Ferguson, do Texas]

Eleição de interesse

1924 Calvin Coolidge é eleito presidente dos Estados Unidos por um mandato completo, derrotando o candidato democrata John W. Davis

Evento de Interesse

1924 Stanley Baldwin torna-se primeiro-ministro da Grã-Bretanha pela segunda vez após uma vitória esmagadora sobre o Partido Trabalhista de Ramsay MacDonald

    Miriam (Ma) Ferguson uma das duas primeiras mulheres eleitas governadoras dos Estados Unidos (do Texas) [Ver também Nellie Tayloe Ross, de Wyoming] Jose Moncada eleito presidente da Nicarágua

Evento de Interesse

1928 O gangster americano Arnold Rothstein é baleado em uma reunião de negócios por supostamente se recusar a pagar dívidas de jogo (falece em 6 de novembro)

Histórico Expedição

1929 Richard E. Byrd, Laurence McKinley Gould e sua equipe de expedição polar começam uma jornada de trenó puxado por cães de 2½ meses e 1.500 milhas até as Montanhas Queen Maud. A primeira exploração do interior da Antártica.

Evento de Interesse

Evento de Interesse

    Young Park (1) no Bronx nomeado em homenagem a James Young Depois de postar 7 shutouts consecutivos para iniciar a temporada da NFL, o Detroit Lions venceu o Pittsburgh por 40-7 no University of Detroit Stadium marcou pela primeira vez na corrida da temporada para a NFL recorde de jogo único 426 jardas Primeiro automóvel com ar condicionado (Packard) exibido, Chicago, Illinois EUA permite vendas de armas & quotcash & amp carry & quot durante a Segunda Guerra Mundial Ovos e bolo racionados na Holanda 13º dia de batalha em El Alamein: Afrika Korps recua

Nobel Prêmio

1948 O poeta britânico T. S. Eliot, nascido nos Estados Unidos, ganha o Prêmio Nobel de Literatura

Evento de Interesse

O humorista americano de 1948, Will Rogers, homenageado pelo Serviço de Correios dos EUA com selo de 3 centavos

    & quotOne Man's Family & quot estreia na TV & quotBarrier & quot fecha no Broadhurst Theatre NYC após 4 apresentações & quotConsul & quot fecha no Barrymore Theatre NYC após 269 apresentações Tropas indonésias reconquistam Ambon Tropas americanas deixam Pyongyang na Coreia do Norte

Ryder Cup

1951 Ryder Cup Golf, Pinehurst Resort: EUA ganham 9½-2½ Sam Snead como capitão jogando para o capitão não-jogador da GB Arthur Lacey

    NY Giants e NY Yanks marcam TDs consecutivos nos retornos iniciais Vijay Merchant pontua 154 x Inglaterra em sua última entrada no Test Cricket. Terremoto e inundação em Kamshatka-América do Sul

Eleição de interesse

O candidato republicano de 1952 Dwight D. Eisenhower é eleito presidente dos Estados Unidos, derrotando o candidato democrata Adlai Stevenson

    Nova regra de bloqueio do beisebol dá ao batedor a opção de aceitar o resultado do campo ou o bloqueio & quotFanny & quot abre no Majestic Theatre NYC para 888 apresentações Mudança do Philadelphia A para Kansas City 200.000 soldados russos atacam o movimento anti-soviético em Budapeste, Hungria

Evento de Interesse

1958 Angelo Giuseppe Roncalli é coroado papa João XXIII

Evento de Interesse

1958 O governo da minoria belga de Gaston Eyskens renuncia

Evento de Interesse

1959 Ernie Banks, shortstop do Cubs, vence o segundo MVP consecutivo da NL

Evento de Interesse

1960 Mary Leakey e Louis Leakey descobrem os primeiros fragmentos de mandíbula do Homo habilis (OH 7) no Desfiladeiro de Olduvai, na Tanzânia

    Konstantinos Karamanlis torna-se premier da Grécia EUA realizam teste nuclear atmosférico na Ilha Johnston

Música Show

1963 John Lennon pronuncia sua frase infame em um Royal Variety Performance & quotAs pessoas nos assentos mais baratos baterão palmas? E para o resto de vocês, se vocês apenas sacudirem suas joias ... & quot em Londres

    Lee Breedlove bate recorde feminino de velocidade terrestre (308,56 MPH) em Utah. Inundação do Rio Arno (Florença, Itália) destrói inúmeras obras de arte, mata 113 batalhas entre o exército jordaniano e as forças armadas do Al Fatah WRDU (agora WPTF), canal de TV 28 em Raleigh- Durham, NC (NBC) 1ª transmissão WTOG TV canal 44 em São Petersburgo-Tampa, FL (IND) 1ª transmissão

Reunião de interesse

1968 O primeiro-ministro da Irlanda do Norte, Terence O'Neill, encontra-se com o primeiro-ministro britânico Harold Wilson para conversas sobre a Irlanda do Norte. Wilson afirma que nenhuma mudança na posição constitucional da Irlanda do Norte é possível sem o consentimento de seu povo

Álbum Liberar

1968 É lançado o 12º álbum de & quotWichita Lineman & quot de Glen Campbell (Álbum do ano de 1969 na Billboard)

Evento de Interesse

1970 O físico nuclear russo Andrei Sakharov forma Comitê de Direitos Humanos

    Genie, uma criança selvagem de 13 anos encontrada em Los Angeles, Califórnia, tendo sido trancada em seu quarto pelo pai durante a maior parte de sua vida. Bangladesh adota constituição Kings marca 3 gols em 45 segundos contra Islanders

Evento de Interesse

1975 Orioles Jim Palmer ganha seu prêmio 2nd Cy Young

Evento de Interesse

1976 Primeiro esboço de reentrada de agente livre para o mercado de massa, Reggie Jackson, Joe Rudi, Gullett, Tenace, Fingers, Baylor, Grich & amp McCovey, disponível

    Conselho de Segurança da ONU proclama embargo de armas contra a África do Sul. Tropas iranianas disparam contra manifestantes estudantis anti-Shah por Teerã U Islanders começam 15 jogos consecutivos invicto (12-0-3) URSS realiza teste nuclear no leste do Cazaquistão / Semipalitinsk URSS

Evento de Interesse

1978, terceiro rascunho anual de agente livre de reentrada, Pete Rose, Tommy John e Darrell Evans, disponível

Crise de reféns no Irã

1979 500 estudantes iranianos leais ao aiatolá Khomeini apreendem a embaixada dos Estados Unidos em Teerã, fazendo 90 reféns por 444 dias

Eleição de interesse

O candidato republicano de 1980, Ronald Reagan, é eleito presidente dos Estados Unidos, derrotando o presidente democrata Jimmy Carter com uma vitória esmagadora

Evento de Interesse

1980 Steve Carlton ganha 3º NL Cy Young Awards

    Estreia de & quotCrimes of the Heart & quot de Beth Henley no lançamento do ônibus espacial de Nova York Columbia com 31 segundos restantes

Evento de Interesse

1990 Ayrton Senna se aposenta com problemas na caixa de câmbio durante o Grande Prêmio da Austrália de Adelaide, que terminou a temporada, vence por 7 pontos de Alain Prost McLaren-Honda vence título de Construtores pelo 3º ano consecutivo

Evento de Interesse

1991 Imelda Marcos retorna do exílio às Filipinas e foi presa no dia seguinte por fraude fiscal e corrupção. Ela foi então libertada sob fiança de $ 6.400.

    NY Giants anuncia que vai sair da WNEW Radio após 32 anos para a WOR NY Jets anunciar que está mudando de WABC para WFAN radio & quotTimon of Athens & quot abre no Lyceum Theatre NYC para 37 apresentações

Evento de Interesse

1993 Elton John premiou $ 518.700 do Sunday Mirror por um relatório falso sobre sua dieta

Compromisso de interesse

1993 Jean Chretien é nomeado primeiro-ministro do Canadá pelo governador-geral Ray Hnatyshyn

    Soyuz TM-20 chega ao Cazaquistão United Center em Chicago é inaugurado - Bulls derrotou Charlotte Hornets, 89-83 San Francisco: Primeira conferência que enfoca exclusivamente o assunto do potencial comercial da World Wide Web. & quotIndiscretions & quot fecha no Ethel Barrymore Theatre NYC após 221 apresentações de primeira classe no Cricket de Paul Adams, W Province x N Transvaal KeyArena estreia em Seattle, Supersonics derrotou LA Lakers 103-89

Álbum Liberar

O grupo feminino britânico de 1996, as Spice Girls, lança seu primeiro álbum, & quotSpice & quot, e chega a vender 23 milhões de cópias

Álbum Liberar

1997 & quotCome On Over & quot é lançado o terceiro álbum de estúdio de Shania Twain (Álbum do ano da Billboard de 1999)

    Vencedores da Breeders 'Cup Horse Racing, Churchill Downs: Tiznow, Macho Uno, Espanha, Kalanisi, War Chant, Perfect Sting, Kona Gold, Caressing

Emmy Prêmios

2001 53º Emmy Awards: The West Wing, Sex and the City, James Gandolfini e Edie Falco vencem

Filme Premier

2001 & quotHarry Potter e a Pedra Filosofal & quot 1ª adaptação cinematográfica dos livros de J. K. Rowling, estréia estrelada por Daniel Radcliffe

    World Series Baseball: Arizona vence New York Yankees por 3-2 no jogo 7 no Bank One Ballpark, Phoenix para o primeiro título de co-MVP dos Diamondbacks: arremessadores do Arizona Randy Johnson e Curt Schilling

Evento de Interesse

2001 A estrela do tênis americana Serena Williams vence o WTA Tour Championship em Munique, Alemanha, depois que Lindsay Davenport pula a final devido a uma lesão no joelho.

    Autoridades chinesas prendem ciberdissidente He Depu por assinar carta pró-democracia ao 16º Congresso do Partido Comunista. A explosão solar mais poderosa observada por instrumentação de satélite é registrada. O ex-CEO da HealthSouth, Richard Scrushy, se torna a primeira pessoa indiciada de acordo com a Lei Sarbanes-Oxley. Ele acabou sendo absolvido.

Álbum Liberar

2003 & quotShock'n Y'all & quot 8º álbum de estúdio de Toby Keith lançado (Álbum do ano de 2004 na Billboard)

    12 soldados franceses, 3 funcionários da ONU e centenas de civis morrem durante a guerra civil na Costa do Marfim. Breeders 'Cup Horse Racing, Churchill Downs, vencedores: Invasor, Street Sense, Round Pond, Ouija Board, Dreaming of Anna, Miesque's Approval, Thor's Echo, Red Rocks

Eleição de interesse

2008 Barack Obama se torna o primeiro afro-americano a ser eleito presidente dos Estados Unidos, derrotando o candidato republicano John McCain

    World Series Baseball: NY Yankees venceu Philadelphia Phillies por 7-3 no jogo 6 no Yankee Stadium para ganhar o 27º título do Bronx Bombers MVP: Outfielder de NY Hideki Matsui Breeders 'Cup Horse Racing, Churchill Downs Vencedores do dia 1: Secret Circle, Stephanie's Kitten , Romance musical, My Miss Aurelia, Perfect Shirl, Royal Delta Bispo Tawadros nomeado 118º Papa da Igreja Copta Ortodoxa Rebeldes sírios capturam um importante campo de petróleo em Deir ez-Zor Governorate Federation Cup Women's Tennis, Praga, República Tcheca: Lucie Šafářová venceu Jelena Janković da Sérvia por 6-1, 6-1 para dar ao time da casa uma vitória de 3-1 na final. Os EUA votam nas eleições de meio de mandato: os republicanos mantêm a casa e recuperam o Senado O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, ordena reforços do exército para Principais cidades do sul e do leste para combater a potencial ofensiva dos rebeldes O corpo da última vítima desaparecida é encontrado a bordo do Costa Concordia naufragado, durante seu desmantelamento em Gênova Tim Scott torna-se o primeiro afro-americano Senador no sul desde que o Protecionista da Reconstrução vence a Melbourne Cup 2014 O primeiro-ministro romeno Victor Ponta anuncia sua renúncia após protestos contra um incêndio em uma boate de Bucareste que matou 32

Evento de Interesse

2015 Justin Trudeau empossado como primeiro-ministro canadense com um gabinete dividido igualmente entre homens e mulheres

Evento de Interesse

2015 Katy Perry é a música mais bem paga do ano, ganhando 135 milhões, de acordo com a revista Forbes


Eleições

Candidatos à eleição geral

& # 160Candidatos primários democráticos

& # 160Candidatos primários republicanos

= candidato completou a pesquisa Ballotpedia Candidate Connection.

Eleições gerais para U.S. House Georgia District 6

Lucy McBath derrotou a atual Karen Handel na eleição geral para a U.S. House Georgia District 6 em 6 de novembro de 2018.

Os titulares são negrito e sublinhado. Os resultados foram certificados. & # 160Source & # 1601 & # 160Source & # 1602

Segunda volta das primárias democratas para o Distrito 6 da U.S. House Georgia

Lucy McBath derrotou Kevin Abel no segundo turno das primárias democratas para a U.S. House Georgia District 6 em 24 de julho de 2018.

Não houve titulares nesta corrida. Os resultados foram certificados.

Primária democrática para U.S. House Georgia District 6

Lucy McBath e Kevin Abel avançaram para o segundo turno. Eles derrotaram Bobby Kaple e Steven Knight Griffin nas primárias democratas pela Câmara dos EUA no Distrito 6 da Geórgia em 22 de maio de 2018.

Não houve titulares nesta corrida. Os resultados foram certificados.

Primária republicana para U.S. House Georgia District 6

A titular Karen Handel avançou nas primárias republicanas para a U.S. House Georgia District 6 em 22 de maio de 2018.

Os titulares são negrito e sublinhado. Os resultados foram certificados.

Candidatos retirados ou desqualificados

Veja também: Eleições especiais do 6º distrito congressional da Geórgia, 2017
U.S. House, Georgia District 6 Special Eleection Runoff, 2017
Festa Candidato Vote & # 160% Votos
     Republicano Karen Handel 51.8% 134,799
     Democrático Jon Ossoff 48.2% 125,517
Votos totais 260,316
Fonte: Secretário de Estado da Geórgia

A republicana Karen Handel derrotou o democrata Jon Ossoff em 20 de junho de 2017, segundo turno da eleição especial para representar o 6º distrito congressional da Geórgia.

Foi a corrida nas casas dos EUA mais cara da história. As duas campanhas, junto com organizações externas, gastaram mais de US $ 50 milhões na eleição. & # 915 & # 93 Embora Handel tivesse a vantagem com grupos externos gastando dinheiro na corrida, o esforço democrata para virar esta cadeira no Congresso, que é mantida por um republicano desde 1979, começou cedo. Ossoff arrecadou US $ 8,3 milhões no primeiro trimestre de 2017, quando os candidatos democratas recentes arrecadaram não mais do que US $ 45.000 nas eleições gerais. Em abril e maio, Ossoff levantou mais US $ 15 milhões. & # 916 & # 93 Handel arrecadou US $ 4 milhões, contando com figuras políticas nacionais como o presidente Donald Trump em maio e o vice-presidente Mike Pence em junho para liderar a arrecadação de fundos. & # 917 & # 93 Embora a arrecadação de fundos de Handel tenha sido insignificante em comparação com a de Ossoff, ela superou os candidatos republicanos recentes em mais de US $ 2 milhões.

Tom Perez, presidente do Comitê Nacional Democrata, disse que o investimento de seu partido na disputa faz parte de um esforço maior para melhorar a infraestrutura partidária em todo o país. "Estamos investindo pesado aqui na corrida seis da Geórgia, mas estou viajando por todo o país. Estamos construindo festas fortes em todos os lugares. É o que temos que fazer porque falhamos no passado. Permitimos o nosso básico infraestrutura para, sabe, atrofiar e temos que construir partidos fortes ”, disse. & # 918 & # 93 Esse gasto foi impulsionado principalmente por contribuições de fora do estado, que Handel e organizações conservadoras externas destacaram em anúncios de campanha críticos.

Esta eleição especial foi uma das primeiras chances desde 2016 para o Partido Democrata de reduzir a maioria republicana na Câmara. Quando questionado sobre a importância da corrida, o ex-presidente da Câmara Newt Gingrich (R), que representou o distrito por duas décadas, disse à Ballotpedia: "Acho que os republicanos devem prestar atenção e acho que seria um grande erro para permitir que este distrito vá para Ossoff, em parte por causa da psicologia nacional, e em parte porque uma vez que uma pessoa relativamente talentosa chega ao cargo, é realmente difícil se livrar dela. "

O Partido Democrata não ocupava o 6º distrito da Geórgia desde antes da primeira eleição de Gingrich em 1978. No entanto, a margem de vitória de Trump de 1,5 por cento sobre Hillary Clinton no distrito na corrida presidencial de 2016 significava que o distrito poderia ser competitivo. Comparativamente, Mitt Romney (R) venceu o distrito por uma margem de 23,3 por cento em 2012, e John McCain (R) derrotou Barack Obama (D) por 18 por cento em 2008. & # 919 & # 93 & # 9110 & # 93 Os republicanos sugeriram que O fracasso de Ossoff em vencer no distrito, apesar de uma injeção de dinheiro, era uma evidência de que os democratas não teriam sucesso eleitoral em 2018.

Ossoff foi um candidato pela primeira vez que trabalhou anteriormente em D.C. como assessor legislativo do Rep. Hank Johnson (D-Ga.) Por cinco anos e como produtor de documentários. Ossoff fez campanha contra as políticas de Trump e enfatizou o crescimento das pequenas empresas, saúde acessível, preservação do Medicare e Medicaid e segurança nacional. Ele foi caracterizado como mais um centrista do que um progressista por Revista nova iorque, The Washington Post, Revisão Nacional, e O jornal New York Times. & # 9111 & # 93 Handel, que serviu como Secretário de Estado da Geórgia de 2007 a 2010, apoiou a posição da administração Trump sobre saúde e a retirada do Acordo Climático de Paris, embora ela raramente mencionasse o nome do presidente durante a campanha. & # 9112 & # 93 Em vez disso, ela se concentrou na promoção de princípios conservadores e questões econômicas, como a melhoria do código tributário para pequenas empresas.

Esta foi a quarta eleição especial do ano para o Congresso e a terceira vencida por um republicano.

U.S. House, Georgia District 6 Special Eleições, 2017
Festa Candidato Vote & # 160% Votos
     Democrático />Jon Ossoff 48.1% 92,673
     Republicano />Karen Handel 19.8% 38,071
     Republicano Bob Gray 10.8% 20,802
     Republicano Dan Moody 8.8% 17,028
     Republicano Judson Hill 8.8% 16,870
     Republicano Kurt Wilson 0.9% 1,820
     Republicano David Abroms 0.9% 1,639
     Democrático Ragin Edwards 0.3% 504
     Democrático Ron Slotin 0.3% 491
     Republicano Bruce LeVell 0.2% 455
     Republicano Mohammad Ali Bhuiyan 0.2% 415
     Republicano Keith Grawert 0.2% 415
     Republicano Amy Kremer 0.2% 351
     Republicano William Llop 0.2% 326
     Democrático Rebecca Quigg 0.2% 304
     Democrático Richard Keatley 0.1% 229
     Independente Alexander Hernandez 0.1% 121
     Independente Andre Pollard 0% 55
Votos totais 192,569
Fonte: Secretário de Estado da Geórgia

A caminho da eleição, a Ballotpedia classificou esta corrida como seguramente republicana. O titular Tom Price (R) derrotou Rodney Stooksbury (D) na eleição geral em 8 de novembro de 2016. Nenhum dos candidatos enfrentou um oponente principal em 24 de maio de 2016. & # 9113 & # 93 & # 9114 & # 93

U.S. House, Eleições Gerais do Distrito 6 da Geórgia, 2016
Festa Candidato Vote & # 160% Votos
     Republicano Tom Price Titular 61.7% 201,088
     Democrático Rodney Stooksbury 38.3% 124,917
Votos totais 326,005
Fonte: Secretário de Estado da Geórgia

O 6º Distrito Congressional da Geórgia realizou uma eleição para a Câmara dos Representantes dos EUA em 4 de novembro de 2014. O titular Tom Price (R) derrotou o desafiante Robert Montigel (D) na eleição geral.

U.S. House, Eleições Gerais do Distrito 6 da Geórgia, 2014
Festa Candidato Vote & # 160% Votos
     Republicano Tom Price Titular 66.04% 139,018
     Democrático Robert Montigel 33.96% 71,486
Votos totais 210,504
Fonte: Secretário de Estado da Geórgia

Candidatos à eleição geral


20 de maio de 2014, resultados primários


Palavras de ortografia da sexta série - Currículo, listas de ortografia e recursos # 038

Time4Learning é um sistema de aprendizagem on-line no ritmo do aluno, popular como um currículo do ensino doméstico da sexta série, como um tutorial depois da aula e para aprimorar as habilidades durante as férias de verão.

Esta página é um resumo dos tópicos do currículo, habilidades básicas e recursos relacionados à ortografia da sexta série, incluindo informações sobre:

Seqüência do currículo de ortografia da sexta série

As lições de ortografia da sexta série concentram-se na introdução de palavras com erros ortográficos comuns, como CRISTAL, LARINGE e JULGAMENTO. Ao mesmo tempo, as planilhas de ortografia da sexta série fornecem mais prática com palavras raiz, prefixos e sufixos, incluindo AD-, DES- e -MENT.

As crianças aprendem por meio de várias atividades de ortografia que incluem muitos métodos criativos que tornam o programa de ortografia da sexta série divertido para elas. Lembre-se de que cada criança aprende em um ritmo diferente, então o que funciona para alguns alunos pode não ser a abordagem correta para seu filho. É por isso que tantos pais gostam dos planos de aula modularizados e individualizados do Time4Learning. Você pode pular lições que ensinam conceitos que seu filho já domina e repetir aqueles que ele não dominou. A escolha é sua.

Habilidades básicas de ortografia

As habilidades de ortografia devem ser desenvolvidas como parte de um programa geral de consciência fonêmica, fonética, compreensão de leitura, vocabulário e fluência de leitura, gramática, leitura e escrita das artes da linguagem. As crianças devem (com a ajuda dos pais) desenvolver suas habilidades básicas de ortografia por meio do interesse pelas palavras, escrita regular, leitura constante, estudo das regras ortográficas e jogos de ortografia

Com a ajuda dos pais, os filhos podem desenvolver e reforçar as habilidades básicas de ortografia por meio das seguintes atividades:

  1. Escrita regular para uma vantagem em ortografia, pontuação e outros conceitos
  2. Leitura constante ou uso de livros de leitura
  3. Estudo frequente de regras de ortografia, como as relações entre letras e sons
  4. Soletrar abelhas para uma maneira divertida de seu filho praticar a ortografia
  5. Jogos de ortografia, questionários ou jogos de palavras para ajudar a desenvolver suas habilidades de ortografia
  6. Programas de ortografia de computador estruturados
  7. Aulas particulares e assistência para aumentar a confiança
  8. Definir blocos diários de tempo para atividades de ortografia e leitura
  9. Instrução por meio de atividades ortográficas guiadas, como classificação de palavras ou caixas de palavras
  10. Criação de um ambiente linguístico rico em casa com base na quantidade e qualidade das palavras faladas

Time4Learning ensina um currículo de ortografia abrangente para a sexta série usando atividades divertidas para construir uma base sólida de ortografia. Ajude seu filho a se destacar na ortografia experimentando uma de nossas demonstrações da sexta série do Time4Learning.

Lista de palavras de ortografia da sexta série

Que palavras de grafia seu aluno da sexta série deve saber? Aqui está uma lista de mais de 50 palavras que são ótimas para uso em jogos de ortografia, testes ou prática para um concurso de ortografia que está por vir. Para agregar mais valor, baixe nossa planilha para impressão da lista de ortografia da 6ª série com +300 palavras!

  • abolir
  • ausência
  • acidente
  • adequado
  • admissível
  • adotar
  • vantagem
  • aventura
  • advérbio
  • orientador
  • doença
  • alquimia
  • álgebra
  • alumínio
  • ancestral
  • rastejar
  • muleta
  • cristal
  • cristalizar
  • luz do dia
  • destroços
  • década
  • derrota
  • defensor
  • delicado
  • Entrega
  • negar
  • depósito
  • descida
  • profanação
  • desequilíbrio
  • imitar
  • imigrante
  • imóvel
  • imune
  • impaciente
  • importar
  • impossível
  • impressionar
  • infinito
  • inocente
  • investigar
  • em vez de
  • introduzir
  • irresistível
  • punir
  • perseguir
  • quarteto
  • tremor
  • guaxinim
  • liberar
  • contar com
  • requerimento
  • pesquisar
  • resistir
  • recurso
  • salmão
  • pires
  • picante
  • escultor

Recursos de ortografia da sexta série

Se você está interessado em listas de ortografia da sexta série ou palavras do vocabulário, também pode estar interessado em:

  • Nossa planilha de planejamento de aula pode ajudá-lo a estimar quantas aulas seu filho fará a cada dia com um resumo dos principais objetivos de aprendizagem da sexta série
  • Lista detalhada de planos de aula de artes linguísticas da sexta série com breves descrições de atividades e números de atividades de aprendizagem
  • Habilidades e padrões de escrita da sexta série por Time4Writing - um site gratuito que oferece uma maneira divertida e fácil de praticar vocabulário e soletrar palavras. Crie sua lista de ortografia usando as palavras do vocabulário abaixo e deixe SpellingCity ensiná-las, usá-las em jogos e testar seus filhos nelas!

No início, fiquei cético quanto ao uso de um programa de computador para leitura. Mas o progresso que fizemos é muito claro e eu não poderia estar mais feliz por termos tentado!

Nas artes da linguagem da sexta série, há uma ênfase na compreensão de leitura e nas habilidades de escrita.

Ferramentas adicionais e recursos úteis para os pais

Bem-vindo ao Guia de Ensino Domiciliar & # 8211 Você é novo no ensino doméstico? Este guia foi escrito por educadores domiciliares experientes para responder a algumas das difíceis questões com as quais as novas famílias freqüentemente lutam.

Planos de aula de currículoUma visão geral do número de aulas que são incluídos para cada série e matéria. Todos os alunos têm acesso a pelo menos 2 (e na maioria dos casos 3) níveis do currículo de cada disciplina, para que possam avançar ou revisar em seu próprio ritmo.

The Lesson Activity Finder & # 8211 Uma das muitas ferramentas úteis que o Time4Learning oferece aos seus membros. O localizador de atividades é um atalho que torna mais fácil para os pais visualizar as aulas ou encontrar prática extra para seus filhos. Você pode visitar nossa seção de dicas e ajuda para obter mais informações sobre o localizador de atividades.

Planilha de planejamento de aulaQuer saber quantas aulas seu filho deve fazer por dia? Faça uma estimativa do número de atividades por dia usando esta planilha fácil de usar e imprimível.

Fórum online para pais e # 8217sEntre em contato com alunos que educam em casa em sua área, participe de discussões, faça perguntas e troque idéias em nossa comunidade online de pais que ensinam em casa. Ter o apoio de alunos do ensino doméstico experientes pode realmente ajudar a tornar sua jornada de ensino domiciliar um sucesso.


Votação do Congresso

Classificação de aprovação do Congresso
Votação Aprovação Total Reprovação total Margem de erro Tamanho da Amostra
The Economist / YouGov (13 a 15 de dezembro de 2014) 11 72 +/-4.5 1000
The Economist / YouGov Poll (16 a 18 de agosto de 2014) 11 71 +/-4.6 1000
Gallup (5 a 8 de junho de 2014) 16 81 +/-4 1027
The Economist / YouGov (29 a 31 de março de 2014) 8 76 +/-4.5 1000
The Economist / YouGov (22 a 24 de fevereiro de 2014) 10 74 +/-4.5 710
The Economist / YouGov (11 a 13 de janeiro de 2014) 8 77 +/-4.3 696
Nota: As pesquisas acima podem não refletir todas as pesquisas realizadas nesta corrida. Os exibidos são uma amostra aleatória escolhida pela equipe da Ballotpedia. Se você gostaria de nomear outra enquete para inclusão na tabela, envie um e-mail para [email protected]

Republicanos no Congresso

Em uma pesquisa de setembro de 2014, 72 por cento dos americanos estavam insatisfeitos com os republicanos no 113º Congresso. Isso é comparado a 61 por cento que desaprovaram os democratas no Congresso. & # 9187 & # 93

Aprovação constituinte

Durante a paralisação, o índice de desaprovação dos americanos de seus próprios congressistas atingiu um novo recorde, com quase o mesmo número de pessoas declarando desaprovação de seus membros (43%) para aprovação (44%). A pesquisa Gallup concluiu:

"Embora os membros do Congresso possam continuar a argumentar que os problemas com a imagem do corpo como um todo não são culpa deles, e que eles não estão fazendo nada mais do que representar fielmente seus constituintes específicos, é claro que até mesmo seus próprios constituintes são menos positivos sobre o trabalho que estão fazendo do que no passado. "

Após desligamento em outubro

UMA EUA HOJE/ Princeton Survey Research Poll, realizada de 17 a 21 de outubro de 2013, chegou às seguintes conclusões pós-desligamento:

  • 54% dos americanos culpam ambos os partidos, 29% culpam exclusivamente os republicanos e apenas 12% colocam a culpa diretamente nos ombros dos democratas.
  • Apesar de apenas 4% dos americanos acreditarem que o Congresso mudaria para pior se os membros atuais fossem substituídos por todos os novos membros, 52% dos entrevistados disseram que não faria diferença se votariam em seu titular na próxima eleição. & # 9188 & # 93

Healthcare.gov polling

Após os inúmeros problemas com os quais o site Healthcare.gov lidou após o lançamento inicial em 1 de outubro de 2013, a aprovação da Lei de Cuidados Acessíveis permaneceu baixa no final de 2013. De acordo com um CBS News / New York Times pesquisa em dezembro de 2013, mais americanos continuaram a desaprovar a legislação de 2010 do que a aprová-la: 50% a 39%, respectivamente.

Sondagem de "Odiadores"

De acordo com um dezembro de 2013 Washington Post-ABC News pesquisa, 72 por cento dos eleitores que desaprovaram ambos os partidos no nível federal disseram que votariam em um republicano se a eleição fosse realizada hoje. Apenas 14% disseram que votariam no democrata. & # 9189 & # 93


Conselho de Governadores do Sistema da Reserva Federal

Desde 2013, o Federal Reserve Board conduz a Pesquisa de Economia Doméstica e Tomada de Decisão (SHED), que mede o bem-estar econômico das famílias dos EUA e identifica os riscos potenciais para suas finanças. A pesquisa inclui módulos sobre uma variedade de tópicos de relevância atual para o bem-estar financeiro, incluindo acesso a crédito e comportamentos, poupança, aposentadoria, fragilidade econômica e educação e empréstimos estudantis.

Pesquisa Atual

Bem-estar econômico das famílias dos EUA em 2020
HTML
17 de maio de 2021
O relatório baseia-se na oitava Pesquisa Anual de Economia Doméstica e Tomada de Decisões (SHED) do Conselho, que examina o bem-estar econômico e a vida financeira dos adultos norte-americanos e suas famílias. A pesquisa de 2020 com mais de 11.000 adultos foi realizada em novembro de 2020, oferecendo uma imagem de como as pessoas estavam se saindo oito meses após o início da pandemia COVID-19.

Bem-estar econômico das famílias dos EUA em 2020: apêndices
HTML

Chaves Acessíveis para Vídeo

[Barra de Espaço] alterna entre reproduzir / pausar

[Setas direita / esquerda] procura o vídeo para a frente e para trás (5 seg)

[Setas para cima / para baixo] aumentar / diminuir o volume

[M] liga / desliga mudo

[F] toggles fullscreen on/off (Except IE 11)

o [Tab] key may be used in combination with the [Enter/Return] key to navigate and activate control buttons, such as caption on/off.


Fundo

During the 1980's, the United Nations began focusing attention on issues related to the family. In 1983, based on the recommendations of the Economic and Social Council, the Commission for Social Development in its resolution on the Role of the family in the development process (1983/23) requested the Secretary-General to enhance awareness among decision makers and the public of the problems and needs of the family, as well as of effective ways of meeting those needs.

In its resolution 1985/29 of 29 May 1985, the Council invited the General Assembly to consider the possibility of including in the provisional agenda of its forty-first session an item entitled “Families in the development process”, with a view to consider a request to the Secretary-General to initiate a process of development of global awareness of the issues involved, directed towards Governments, intergovernmental and non-governmental organizations and public opinion.

Later, based on the recommendations of the Commission for Social Development, formulated in its 30th round of sessions, The Assembly invited all States to make their views known concerning the possible proclamation of an international year of the family and to offer their comments and proposals.

The Council also requested the Secretary-General to submit to the General Assembly at its forty-third session a comprehensive report, based on the comments and proposals of Member States on the possible proclamation of such a year and other ways and means to improve the position and well-being of the family and intensify international co-operation as part of global efforts to advance social progress and development.

In its resolution 44/82 of 9 December 1989, The General Assembly proclaimed The International Year of the Family.

In 1993, the General Assembly decided in a resolution (A/RES/47/237) that 15 May of every year should be observed as The International Day of Families. This day provides an opportunity to promote awareness of issues relating to families and to increase the knowledge of the social, economic and demographic processes affecting families.

On 25 September 2015, the 193 member states of the United Nations unanimously adopted the Sustainable Development Goals, a set of 17 goals aiming to eliminate poverty, discrimination, abuse and preventable deaths, address environmental destruction, and usher in an era of development for all people, everywhere. Families and family-oriented policies and programmes are vital for the achievement of many of these goals.


The Worst Mistake in the History of the Human Race

To science we owe dramatic changes in our smug self-image. Astronomy taught us that our earth isn't the center of the universe but merely one of billions of heavenly bodies. From biology we learned that we weren't specially created by God but evolved along with millions of other species. Now archaeology is demolishing another sacred belief: that human history over the past million years has been a long tale of progress. In particular, recent discoveries suggest that the adoption of agriculture, supposedly our most decisive step toward a better life, was in many ways a catastrophe from which we have never recovered. With agriculture came the gross social and sexual inequality, the disease and despotism, that curse our existence. At first, the evidence against this revisionist interpretation will strike twentieth century Americans as irrefutable. We're better off in almost every respect than people of the Middle Ages, who in turn had it easier than cavemen, who in turn were better off than apes. Just count our advantages. We enjoy the most abundant and varied foods, the best tools and material goods, some of the longest and healthiest lives, in history. Most of us are safe from starvation and predators. We get our energy from oil and machines, not from our sweat. What neo-Luddite among us would trade his life for that of a medieval peasant, a caveman, or an ape?

For most of our history we supported ourselves by hunting and gathering: we hunted wild animals and foraged for wild plants. It's a life that philosophers have traditionally regarded as nasty, brutish, and short. Since no food is grown and little is stored, there is (in this view) no respite from the struggle that starts anew each day to find wild foods and avoid starving. Our escape from this misery was facilitated only 10,000 years ago, when in different parts of the world people began to domesticate plants and animals. The agricultural revolution spread until today it's nearly universal and few tribes of hunter-gatherers survive.

From the progressivist perspective on which I was brought up, to ask "Why did almost all our hunter-gatherer ancestors adopt agriculture?" is silly. Of course they adopted it because agriculture is an efficient way to get more food for less work. Planted crops yield far more tons per acre than roots and berries. Just imagine a band of savages, exhausted from searching for nuts or chasing wild animals, suddenly grazing for the first time at a fruit-laden orchard or a pasture full of sheep. How many milliseconds do you think it would take them to appreciate the advantages of agriculture?

The progressivist party line sometimes even goes so far as to credit agriculture with the remarkable flowering of art that has taken place over the past few thousand years. Since crops can be stored, and since it takes less time to pick food from a garden than to find it in the wild, agriculture gave us free time that hunter-gatherers never had. Thus it was agriculture that enabled us to build the Parthenon and compose the B-minor Mass.

While the case for the progressivist view seems overwhelming, it's hard to prove. How do you show that the lives of people 10,000 years ago got better when they abandoned hunting and gathering for farming? Until recently, archaeologists had to resort to indirect tests, whose results (surprisingly) failed to support the progressivist view. Here's one example of an indirect test: Are twentieth century hunter-gatherers really worse off than farmers? Scattered throughout the world, several dozen groups of so-called primitive people, like the Kalahari bushmen, continue to support themselves that way. It turns out that these people have plenty of leisure time, sleep a good deal, and work less hard than their farming neighbors. For instance, the average time devoted each week to obtaining food is only 12 to 19 hours for one group of Bushmen, 14 hours or less for the Hadza nomads of Tanzania. One Bushman, when asked why he hadn't emulated neighboring tribes by adopting agriculture, replied, "Why should we, when there are so many mongongo nuts in the world?"

While farmers concentrate on high-carbohydrate crops like rice and potatoes, the mix of wild plants and animals in the diets of surviving hunter-gatherers provides more protein and a bettter balance of other nutrients. In one study, the Bushmen's average daily food intake (during a month when food was plentiful) was 2,140 calories and 93 grams of protein, considerably greater than the recommended daily allowance for people of their size. It's almost inconceivable that Bushmen, who eat 75 or so wild plants, could die of starvation the way hundreds of thousands of Irish farmers and their families did during the potato famine of the 1840s.

So the lives of at least the surviving hunter-gatherers aren't nasty and brutish, even though farmers have pushed them into some of the world's worst real estate. But modern hunter-gatherer societies that have rubbed shoulders with farming societies for thousands of years don't tell us about conditions before the agricultural revolution. The progressivist view is really making a claim about the distant past: that the lives of primitive people improved when they switched from gathering to farming. Archaeologists can date that switch by distinguishing remains of wild plants and animals from those of domesticated ones in prehistoric garbage dumps.

How can one deduce the health of the prehistoric garbage makers, and thereby directly test the progressivist view? That question has become answerable only in recent years, in part through the newly emerging techniques of paleopathology, the study of signs of disease in the remains of ancient peoples.

In some lucky situations, the paleopathologist has almost as much material to study as a pathologist today. For example, archaeologists in the Chilean deserts found well preserved mummies whose medical conditions at time of death could be determined by autopsy (Discover, October). And feces of long-dead Indians who lived in dry caves in Nevada remain sufficiently well preserved to be examined for hookworm and other parasites.

Usually the only human remains available for study are skeletons, but they permit a surprising number of deductions. To begin with, a skeleton reveals its owner's sex, weight, and approximate age. In the few cases where there are many skeletons, one can construct mortality tables like the ones life insurance companies use to calculate expected life span and risk of death at any given age. Paleopathologists can also calculate growth rates by measuring bones of people of different ages, examine teeth for enamel defects (signs of childhood malnutrition), and recognize scars left on bones by anemia, tuberculosis, leprosy, and other diseases.

One straight forward example of what paleopathologists have learned from skeletons concerns historical changes in height. Skeletons from Greece and Turkey show that the average height of hunger-gatherers toward the end of the ice ages was a generous 5' 9'' for men, 5' 5'' for women. With the adoption of agriculture, height crashed, and by 3000 B. C. had reached a low of only 5' 3'' for men, 5' for women. By classical times heights were very slowly on the rise again, but modern Greeks and Turks have still not regained the average height of their distant ancestors.

Another example of paleopathology at work is the study of Indian skeletons from burial mounds in the Illinois and Ohio river valleys. At Dickson Mounds, located near the confluence of the Spoon and Illinois rivers, archaeologists have excavated some 800 skeletons that paint a picture of the health changes that occurred when a hunter-gatherer culture gave way to intensive maize farming around A. D. 1150. Studies by George Armelagos and his colleagues then at the University of Massachusetts show these early farmers paid a price for their new-found livelihood. Compared to the hunter-gatherers who preceded them, the farmers had a nearly 50 per cent increase in enamel defects indicative of malnutrition, a fourfold increase in iron-deficiency anemia (evidenced by a bone condition called porotic hyperostosis), a theefold rise in bone lesions reflecting infectious disease in general, and an increase in degenerative conditions of the spine, probably reflecting a lot of hard physical labor. "Life expectancy at birth in the pre-agricultural community was about twenty-six years," says Armelagos, "but in the post-agricultural community it was nineteen years. So these episodes of nutritional stress and infectious disease were seriously affecting their ability to survive."

The evidence suggests that the Indians at Dickson Mounds, like many other primitive peoples, took up farming not by choice but from necessity in order to feed their constantly growing numbers. "I don't think most hunger-gatherers farmed until they had to, and when they switched to farming they traded quality for quantity," says Mark Cohen of the State University of New York at Plattsburgh, co-editor with Armelagos, of one of the seminal books in the field, Paleopathology at the Origins of Agriculture. "When I first started making that argument ten years ago, not many people agreed with me. Now it's become a respectable, albeit controversial, side of the debate."

There are at least three sets of reasons to explain the findings that agriculture was bad for health. First, hunter-gatherers enjoyed a varied diet, while early farmers obtained most of their food from one or a few starchy crops. The farmers gained cheap calories at the cost of poor nutrition, (today just three high-carbohydrate plants — wheat, rice, and corn — provide the bulk of the calories consumed by the human species, yet each one is deficient in certain vitamins or amino acids essential to life.) Second, because of dependence on a limited number of crops, farmers ran the risk of starvation if one crop failed. Finally, the mere fact that agriculture encouraged people to clump together in crowded societies, many of which then carried on trade with other crowded societies, led to the spread of parasites and infectious disease. (Some archaeologists think it was the crowding, rather than agriculture, that promoted disease, but this is a chicken-and-egg argument, because crowding encourages agriculture and vice versa.) Epidemics couldn't take hold when populations were scattered in small bands that constantly shifted camp. Tuberculosis and diarrheal disease had to await the rise of farming, measles and bubonic plague the appearance of large cities.

Besides malnutrition, starvation, and epidemic diseases, farming helped bring another curse upon humanity: deep class divisions. Hunter-gatherers have little or no stored food, and no concentrated food sources, like an orchard or a herd of cows: they live off the wild plants and animals they obtain each day. Therefore, there can be no kings, no class of social parasites who grow fat on food seized from others. Only in a farming population could a healthy, non-producing elite set itself above the disease-ridden masses. Skeletons from Greek tombs at Mycenae c. 1500 B. C. suggest that royals enjoyed a better diet than commoners, since the royal skeletons were two or three inches taller and had better teeth (on the average, one instead of six cavities or missing teeth). Among Chilean mummies from c. A. D. 1000, the elite were distinguished not only by ornaments and gold hair clips but also by a fourfold lower rate of bone lesions caused by disease.

Similar contrasts in nutrition and health persist on a global scale today. To people in rich countries like the U.S., it sounds ridiculous to extol the virtues of hunting and gathering. But Americans are an elite, dependent on oil and minerals that must often be imported from countries with poorer health and nutrition. If one could choose between being a peasant farmer in Ethiopia or a bushman gatherer in the Kalahari, which do you think would be the better choice?

Farming may have encouraged inequality between the sexes, as well. Freed from the need to transport their babies during a nomadic existence, and under pressure to produce more hands to till the fields, farming women tended to have more frequent pregnancies than their hunter-gatherer counterparts — with consequent drains on their health. Among the Chilean mummies for example, more women than men had bone lesions from infectious disease.

Women in agricultural societies were sometimes made beasts of burden. In New Guinea farming communities today I often see women staggering under loads of vegetables and firewood while the men walk empty-handed. Once while on a field trip there studying birds, I offered to pay some villagers to carry supplies from an airstrip to my mountain camp. The heaviest item was a 110-pound bag of rice, which I lashed to a pole and assigned to a team of four men to shoulder together. When I eventually caught up with the villagers, the men were carrying light loads, while one small woman weighing less than the bag of rice was bent under it, supporting its weight by a cord across her temples.

As for the claim that agriculture encouraged the flowering of art by providing us with leisure time, modern hunter-gatherers have at least as much free time as do farmers. The whole emphasis on leisure time as a critical factor seems to me misguided. Gorillas have had ample free time to build their own Parthenon, had they wanted to. While post-agricultural technological advances did make new art forms possible and preservation of art easier, great paintings and sculptures were already being produced by hunter-gatherers 15,000 years ago, and were still being produced as recently as the last century by such hunter-gatherers as some Eskimos and the Indians of the Pacific Northwest.

Thus with the advent of agriculture the elite became better off, but most people became worse off. Instead of swallowing the progressivist party line that we chose agriculture because it was good for us, we must ask how we got trapped by it despite its pitfalls.

One answer boils down to the adage "Might makes right." Farming could support many more people than hunting, albeit with a poorer quality of life. (Population densities of hunter-gatherers are rarely over one person per ten square miles, while farmers average 100 times that.) Partly, this is because a field planted entirely in edible crops lets one feed far more mouths than a forest with scattered edible plants. Partly, too, it's because nomadic hunter-gatherers have to keep their children spaced at four-year intervals by infanticide and other means, since a mother must carry her toddler until it's old enough to keep up with the adults. Because farm women don't have that burden, they can and often do bear a child every two years.

As population densities of hunter-gatherers slowly rose at the end of the ice ages, bands had to choose between feeding more mouths by taking the first steps toward agriculture, or else finding ways to limit growth. Some bands chose the former solution, unable to anticipate the evils of farming, and seduced by the transient abundance they enjoyed until population growth caught up with increased food production. Such bands outbred and then drove off or killed the bands that chose to remain hunter-gatherers, because a hundred malnourished farmers can still outfight one healthy hunter. It's not that hunter-gatherers abandoned their lifestyle, but that those sensible enough not to abandon it were forced out of all areas except the ones farmers didn't want.

At this point it's instructive to recall the common complaint that archaeology is a luxury, concerned with the remote past, and offering no lessons for the present. Archaeologists studying the rise of farming have reconstructed a crucial stage at which we made the worst mistake in human history. Forced to choose between limiting population or trying to increase food production, we chose the latter and ended up with starvation, warfare, and tyranny.

Hunter-gatherers practiced the most successful and longest-lasting life style in human history. In contrast, we're still struggling with the mess into which agriculture has tumbled us, and it's unclear whether we can solve it. Suppose that an archaeologist who had visited from outer space were trying to explain human history to his fellow spacelings. He might illustrate the results of his digs by a 24-hour clock on which one hour represents 100,000 years of real past time. If the history of the human race began at midnight, then we would now be almost at the end of our first day. We lived as hunter-gatherers for nearly the whole of that day, from midnight through dawn, noon, and sunset. Finally, at 11:54 p. m. we adopted agriculture. As our second midnight approaches, will the plight of famine-stricken peasants gradually spread to engulf us all? Or will we somehow achieve those seductive blessings that we imagine behind agriculture's glittering facade, and that have so far eluded us?


Introdução

The 14th Amendment to the Constitution was ratified on July 9, 1868, and granted citizenship to &ldquoall persons born or naturalized in the United States,&rdquo which included former slaves recently freed. In addition, it forbids states from denying any person "life, liberty or property, without due process of law" or to "deny to any person within its jurisdiction the equal protection of the laws.&rdquo By directly mentioning the role of the states, the 14th Amendment greatly expanded the protection of civil rights to all Americans and is cited in more litigation than any other amendment.


Assista o vídeo: Smutna prawda o serialu Ranczo wyszła po latach! Fani nie mogą w to uwierzyć