Manual de modificação C-109 - p.6 Sistema de combustível

Manual de modificação C-109 - p.6 Sistema de combustível

Muito obrigado a Paul Stahl Jr, por nos enviar este manual de modificação para o transporte de combustível C-109, uma versão modificada do bombardeiro B-24. Seu pai, Paul Stahl Sr, foi o engenheiro de projeto do C-109.

O sistema de carga do Avião C-109 consiste em uma série de tanques de combustível de liga de alumínio distribuídos no avião da seguinte forma:

TANK NO.LOCALIZAÇÃOCAPACIDADE
1Compartimento de Nariz100 galões
2 & 3Fwd. Bomb Bay400 galões Ea.
4 & 5Aft Bomb Bay425 galões Ea.
7Fwd Command Deck120 galões
6 & 8Deck de Comando Lateral180 galões Ea
* Capacidade Total de Carga2.230 galões
* Não incluindo células de combustível auxiliares externas nas asas, que também podem ser usadas para carga

Os tanques acima são interconectados por um sistema de tubulação que termina nos coletores de abastecimento localizados na passarela do compartimento de bombas à ré.

Uma conexão em T a uma bomba elétrica de transferência de combustível, localizada na passarela do compartimento de bombas dianteiro, possibilita a transferência da gasolina dos tanques de carga para o sistema principal de combustível do avião, disponibilizando, assim, essa gasolina extra em vôo. Uma bomba de abastecimento portátil movida a gasolina e 30 pés de mangueira são armazenados no avião. Esta unidade de abastecimento é usada para bombear os tanques de carga, conectando-os aos acessórios de saída fornecidos em cada um dos dois coletores de abastecimento. As válvulas seletoras em cada manifold permitem que tanques individuais sejam esvaziados. Essas válvulas são acessíveis de fora do avião, abrindo-se as portas traseiras do compartimento de bombas. As instalações de tanques individuais são as seguintes:

NOSE TANK (Cargo Tank # 1)

Este tanque tem capacidade para 100 galões (não incluindo espaço de expansão) e está localizado no compartimento do bombardeiro. Ele é instalado em um berço de madeira forrado de feltro, que é rigidamente fixado à estrutura do avião. O tanque é mantido no berço com tiras de metal forradas de feltro usando esticadores para ajuste. Este tanque não pode ser solto.

A tampa de enchimento está localizada na extremidade superior traseira do tanque e é acessível para enchimento através da abertura da roda do nariz. Uma conexão de ventilação de 3/4 "está na extremidade dianteira do tanque e é conectada a um flange de ventilação, rebitado na pele superior do nariz, por uma mangueira de borracha de 3/4". Uma conexão soldada em "Y" é fornecida na linha de ventilação adjacente ao tanque para a conexão da linha de purga de CO2. A conexão de saída ou abastecimento consiste em um tubo O.D. de 1 "que vai de um flange no fundo do tanque diretamente ao coletor de abastecimento dianteiro na passarela no compartimento de bombas à ré.


Assista o vídeo: 109 en 800800